Movimentação comprova sucesso do Festival de Tiradentes

Primeiro fim de semana na cidade história teve bom público para conferir evento gastronômico, que reúne, além de receitas de várias partes do mundo, atividades culturais

por Eduardo Tristão Girão 23/08/2010 11:53
Marcelo Sant%u2019Anna/EM/D.A Press
Aulas sobre os segredos da cozinha e da alimentação saudável atraem interessados à praça central de Tiradentes, que vão conferir as novidades (foto: Marcelo Sant%u2019Anna/EM/D.A Press)
Balanço positivo no primeiro fim de semana do Festival de Gastronomia de Tiradentes. A 13ª edição do evento, que começou sexta-feira e termina domingo (29), atraiu milhares de turistas de várias partes do Brasil à bela cidade histórica mineira. A programação, que este ano homenageia as mulheres, conta com festins, almoços e jantares em pousadas, bares e restaurantes locais, além de cursos de culinária e uma série de atividades culturais. Veja mais imagens do Festival de Tiradentes Um dos festins de ontem, da chef franco-senegalesa Rougui Dia, foi apresentado pelo Estado de Minas. Ela mostrou parte do trabalho que desenvolve no restaurante parisiense Petrossian, especializado em receitas com caviar, a um público de 120 pessoas. Entre elas estavam as amigas Daniela Mendonça, de 33 anos, e Juliana Baccarini, de 31, ambas de São João del-Rei. “Gostei do cardápio e achei a chef diferente”, diz Daniela. Para Juliana, o fato de o jantar ter sido realizado no amplo salão da Pousada Pequena Tiradentes fez muita diferença. “O lugar ajuda muito. Aqui tem um clima gostoso, é mais informal e as pessoas interagem mais, batem papo. E não deixa de ser uma ocasião requintada”, observa. Sobre o tema – as mulheres e a gastronomia – Juliana considera como “merecido”. “As mulheres se profissionalizaram na culinária. É hora de reconhecer que temos sucesso e espaço na área.” Quatro festins vão agitar a cidade sexta-feira e sábado, protagonizados pelas chefs Bel Coelho (Dui, São Paulo), Reine Sammut (La Fenière, França), Adeline Grattard (Yam’Tcha, França) e Pepa Romans (Casa Pepa, Espanha). Os ingressos para todos eles já estão esgotados, o que não significa que os visitantes não terão oportunidade de conferir cardápios especiais, já que muitos restaurantes locais estão oferecendo almoços e jantares criados especialmente para a ocasião, com diferentes propostas e faixas de preço. MUDANÇAS Rodrigo Ferraz, um dos organizadores do festival, avalia positivamente o primeiro fim de semana do evento. “É como estreia da Seleção na Copa do Mundo. A gente fica se preparando e, de repente, entra em campo. Essa foi a melhor estreia do festival entre as minhas três edições como organizador”, afirma. Satisfeito com o movimento que o festival trouxe para Tiradentes e surpreso com o sucesso da programação cultural, ele pensa na possibilidade de ter uma terceira “arena” para concentração do público na próxima edição do evento – atualmente, os principais pontos de encontro são os largos das Forras e da Rodoviária. A data de realização também poderá ser mudada ano que vem, segundo o organizador. Passaria para o último fim de semana de agosto e o primeiro de setembro, o que facilitaria na contratação de chefs europeus, já que a época atual é considerada alta temporada no Velho Continente, ou seja, sinônimo de casa cheia e agenda complicada por lá. ATRAÇÕES Esta semana, o Estado de Minas continua presente no festival, promovendo uma série de ações por meio da Banca Gourmet, montada no Largo da Rodoviária. Lá, visitantes têm acesso a exemplares impressos do jornal e outros produtos do grupo, como as revistas Sabores de Minas, Hit e Ragga – assinantes contam com benefícios exclusivos. A jornalista Carolina Braga estará novamente na cidade entrevistando as atrações que se apresentarão no Palco Guarani 30 anos, sexta-feira e sábado: Érika Machado, Marina Machado, Daniela Spielmann e Sheila Zagury. • O repórter viajou a convite da organização do evento Acompanhe também o DIVIRTA-SE pelo Twitter

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA