Festival gastronômico mobiliza 122 restaurantes em Minas

por Eduardo Tristão Girão 16/04/2010 07:00
PEDRO MOTTA/ESP.EM/D.A PRESS
La Pasta Gialla apresenta nhoque de fubá com ragu de galinha d`Angola (foto: PEDRO MOTTA/ESP.EM/D.A PRESS)
Autoproclamado “maior festival gastronômico do planeta”, o Brasil Sabor chega à quinta edição, reunindo dois mil estabelecimentos filiados à Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) em todo o país, 122 dos quais em 30 cidades mineiras. Até 15 de maio, cada um deles oferecerá prato criado especialmente para o evento, que este ano tem como tema a frase “Sabores que contam histórias”. O objetivo é valorizar as particularidades de cada casa.

“Esse festival é para contar a história, de preferência, do lugar em que está o restaurante, envolvendo comida, cultura e folclore”, diz Paulo Nonaka, presidente da Abrasel MG. Em Belo Horizonte, onde cerca de 70 casas participam do festival, os preços variam de R$ 4,50 (porção de três pastéis na pastelaria Fujiyama) a R$ 70 (rodízio na churrascaria Porcão, que criou receita diferente de picanha).

Além da capital mineira, participam estabelecimentos de Alto Caparaó, Barbacena, Betim, Brumadinho, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Diamantina, Divinópolis, Extrema, Florestal, Gonçalves, Itaúna, Juiz de Fora, Leopoldina, Lima Duarte, Matias Barbosa, Monte Verde, Nova Era, Nova Lima, Ouro Preto, Pouso Alegre, Sabará, Santos Dumont, São João del-Rei, Serra do Cipó, Tiradentes, Ubá, Uberlândia e Viçosa. A expectativa de Paulo é de que sejam vendidos mais de 25 mil pratos no estado.

A maior novidade é a promoção “Mais um por conta da casa”. Durante o festival, os estabelecimentos determinarão dias e horários para que os clientes, ao solicitarem o prato participante, ganhem outro igual. Para orientar e facilitar a escolha dos restaurantes pelo público, serão distribuídos 50 mil guias com a relação de todos os estabelecimentos e pratos.

Entre os destaques da capital mineira está o La Pasta Gialla, restaurante que uniu as tradições italiana e mineira no nhoque de fubá recheado com queijo canastra ao ragu de galinha d’Angola (R$ 35, individual). Outra receita que chama a atenção é de carne de sol preparada no Parrillero: em vez de frita, é assada na parrilla e servida com farofa de maxixe (R$ 27,90, porção).

Há também quem aposte todas as fichas na simplicidade brasileira, caso do Armazém Dona Lucinha, que serve prato com arroz, batata frita, bife, ovo e salada de couve (R$ 15, individual). Sofisticando essa trilha nacional, o Bistrô Verde Essencial reuniu carne seca com quibebe de abóbora na minimoranga e guarneceu com risoto de queijo minas ao molho de feijão preto e farofa de pequi com banana.

Confira o Guia de Bares e Restaurantes do Divirta-se

DE BANDEJA

Na manhã do dia 24, será realizada a tradicional corrida de garçons. Em Belo Horizonte, ela será disputada na Praça Geralda Damata Pimentel, na região da Pampulha. A competição é um teste de equilíbrio e agilidade, pois os participantes percorrerão o circuito carregando uma bandeja com latinhas. Ganha quem chegar ao final sem deixá-las cair. Podem concorrer garçons e garçonetes dos estabelecimentos participantes do festival. A premiação inclui medalhas e dinheiro.

BRASIL SABOR 2010
De 16 de abril a 15 de maio, em 122 bares e restaurantes de Minas Gerais. A relação completa pode ser conferida no site www.brasilsabor.com.br. Informações: (31) 3282-5533.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA