Restaurante 2009 troca de nome e oferece novas pedidas

por Eduardo Tristão Girão 12/02/2010 07:00
Pedro Motta/Esp.EM/D.A Press
Deborah Lachini e Juliana Myrrha vão receber a clientela durante o carnaval (foto: Pedro Motta/Esp.EM/D.A Press)
Esta semana, foi trocada a placa na fachada do imóvel onde ficava o Restaurante 2009. Mas isso não significa que ele encerrou as atividades. Ou melhor: a partir de agora, funciona como 2010, no mesmo lugar. Motivo: por absoluta falta de imaginação, a casa foi aberta há quase dois anos com o nome de 2008, e, por incrível que pareça, a pobreza criativa se transformou em mote para a (agora) tradicional mudança de nome que acompanha o passar dos anos. Rebatizado, o espaço apresenta novos pratos (incluindo pedidas para a madrugada) e coquetéis (reforçando aposta anterior), além de mesas na calçada e mudanças no ambiente.

As proprietárias são as mesmas, as arquitetas Deborah Lachini e Juliana Myrrha, com a diferença de que a dupla está bem mais experiente, apesar de a casa ainda não ter completado dois anos. O bar com oito banquetas na entrada, por exemplo, foi montado depois de elas terem ouvido de um freguês que a caipivodca era “a pior do planeta”. O “estímulo” não poderia ter sido melhor: contrataram o expert Beedoo como consultor. Hoje, oferecem quase 80 coquetéis. O bartender Tiago Santos fica só por conta das bebidas.

“Assim como aconteceu com o vinho e a cerveja, agora há grande procura por coquetéis. Além disso, as pessoas gostam de ver o trabalho do bartender e de participar da festa que é o preparo de um coquetel aqui”, conta Juliana. Os coquetéis são divididos pela bebida utilizada em cada um. Há seção com pedidas não-alcoólicas e outras exclusivas da casa. Entre essas últimas, destacam-se três novidades: Astória (uísque, licor de amêndoas, infusão de erva doce, limão e hortelã; R$ 18), Sparkling lemon cherry (espumante, xarope de amarena e sorvete de limão; R$ 18) e Lara (tequila, licor de pêssego, xarope de flor de laranjeira e pimenta-do-reino; R$ 18). A cada 20 pedidos, ganha-se um.

Quer mais opções? Confira o Guia de Bares e Restaurantes do Divirta-se

Pedro Motta/Esp.EM/D.A Press
Rolinho de rosbife com parmesão e rúcula (foto: Pedro Motta/Esp.EM/D.A Press)
VOLUMES

“Queríamos ser um restaurante despretensioso, com boa comida, mas que não fosse caríssimo, que não intimidasse. Não conseguimos emplacar à noite como pretendíamos, mas não deixamos de lado a alta gastronomia. Tanto que nossas entradas são bem elaboradas e continuamos vendendo pratos à la carte. Sónão temos aquela cara de restaurante. Hoje, a casa tem mais a nossa cara”, analisa Juliana. Ainda que coquetéis e almoço executivo sejam duas apostas atuais, houve investimento em mão de obra, como atestam as origens de alguns cozinheiros: Gomide, Dádiva, Dona Derna, Café do Museu e Patuscada, entre outros restaurantes da cidade.

Para fazer frente à volumosa carta de coquetéis, a seção de petiscos é a maior do cardápio. As porções de crostino de linguiça de picanha (R$ 22), de rolinho de rosbife com parmesão e rúcula ao azeite de ervas (R$ 20) e de pernil suíno com especiarias, cebolas crocantes, abacaxi caramelizado e rúcula são algumas das criações para a temporada (R$ 22). Na sequência, são listadas novas saladas (em torno de R$ 22), massas (em torno de R$ 27) e carnes (em torno de R$ 36) – todas em porções individuais.

Além disso, acabam de ser incluídas no cardápio opções classificadas como “fim de noite”, caso do escondidinho de legumes (R$ 16), do sanduíche de carne de panela com cogumelos frescos (R$ 22) e do mexido (R$ 16). A única sobremesa da nova leva é o suflê de doce de leite com calda de requeijão (R$ 12). Carta de vinhos com 37 rótulos (entre R$ 45 e R$ 150).

2010
Rua Levindo Lopes, 158, Savassi. (31) 3327-6766. Aberto de segunda a quarta-feira, das 12h às 16h; quinta e sexta-feira, das 12h às 16h e das 19h à 1h30; sábado e domingo, das 12h à 1h30.
Durante o carnaval: de sexta a domingo, horário normal. Na segunda-feira, funcionará das 12h às 16h e das 19h à 1h30. Não abrirá na terça-feira gorda. Aberto das 12h às 16h na quarta-feira de cinzas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA