Smoothies conquistam espaço como a bebida saudável da estação

por Eduardo Tristão Girão 15/01/2010 07:00
Pedro David/Esp. EM/D.A Press.
Fruttíssimos: smoothies de limão com hortelã, de frutas vermelhas e de laranja com pêssego da Alessa (foto: Pedro David/Esp. EM/D.A Press.)
A palavra é daquelas da língua inglesa chatinhas de pronunciar, com “th” no fim. Na falta de conhecimento da pronúncia correta ou na tentativa de evitar o tom professoral em público, smoothie acaba dita como “smulfi” ou “smulti”. Para acertar, só recorrendo do velho macete da aula de inglês: posicione a língua logo atrás dos dentes e deixe o ar passar. Se isso parece inútil, preste mais atenção aos cardápios da cidade. A palavrinha está cada vez mais presente, indicando disponibilidade da cremosa e gelada bebida a base de frutas, sucos, iogurte e uma infinidade de possibilidades com outros ingredientes.

Os apelos de “bebida de verão” e/ou “bebida saudável” são uma constante nas propostas de todas as casas que oferecem smoothies. Andrea Manetta, uma das proprietárias da sorveteria Alessa, por exemplo, afirma que recentemente teve a ideia de incluir a bebida no cardápio, logo que percebeu a boa resposta do público à informação de que os sorbets (tipo de sorvete à base de água) da casa tinham 0% de gordura. Não é muito comum que smoothies tenham sorvete ou sorbet em sua formulação, mas o rótulo light se mostrou perfeito para ela, que, afinal de contas, tinha vários sabores à disposição.

Batizada de fruttíssimo (R$ 12, 300ml), a bebida é feita com sorbet e suco natural de fruta batidos e está disponível nos sabores abacaxi, açaí, laranja com pêssego, limão com hortelã, manga com gengibre, maracujá, frutas vermelhas e frutas amarelas. “Justamente por causa desse apelo saudável, lançamos também a linha plus, com ingredientes opcionais para o cliente acrescentar à bebida”, afirma. Ou seja, por mais R$ 2, é possível colocar um ingrediente extra como mel, clorofila, banana, castanhas, quinua, linhaça ou guaraná em pó – as combinações foram desenvolvidas por nutricionista.

Pedro David/Esp. EM/D.A Press.
Smoothie de amora da sorveteria Yogoberry (foto: Pedro David/Esp. EM/D.A Press.)
SEM SEDE

Também se apoia no 0% de gordura a única loja da rede carioca Yogoberry na cidade, a primeira das quase 30 unidades inauguradas fora do estado do Rio de Janeiro. A base dos smoothies (R$ 8, 500ml, cada) da casa é o iogurte batido praticamente de hora em hora, até ficar com a consistência de sorvete de casquinha. A partir dessa base, são preparados oito sabores (açaí, abacaxi, morango, amora, pêssego, manga, kiwi e maracujá) com suco e polpa de fruta, aos quais são adicionados gelo e essências (das respectivas frutas) ou guaraná (no caso do de açaí).

“Com esses smoothies você mata a vontade de tomar sorvete e faz isso de forma mais saudável. Além do mais, a maioria das pessoas não sente vontade de beber água depois de tomá-los”, relata Roberta Stehling, que comanda a casa com a irmã Fernanda e Aline Denhame. A loja foi aberta em abril passado, no Diamond Mall, e uma segunda está a caminho, prevista para ser inaugurada na próxima expansão do BH Shopping.

Pedro David/Esp. EM/D.A Press.
Smoothies de maracujá com manga, kiwi com maracujá e morango com mamão da Salada (foto: Pedro David/Esp. EM/D.A Press.)
CAMADAS

Um pouco mais “pecaminoso” é o smoothie da sorveteria Salada, composto por camadas de fruta, iogurte e sorvete de frutas vermelhas, encimadas por chantilly (R$ 6,90, 300ml). É possível escolher entre morango com mamão, kiwi com maracujá ou manga com maracujá. “Fica uma bebida muito bonita e permite aos clientes brincar de misturar sabores”, acredita Sabrina Marangon, gerente de qualidade da rede, que acaba de inaugurar sua 33ªloja em Minas, no Bairro Jaraguá.

Vários testes (incluindo avaliação nutricional) foram feitos com diversas frutas até que as mais cítricas fossem escolhidas. “Para dar corpo, incluímos frutas de textura mais consistente. Se fizéssemos os smoothies só com as cítricas, talvez ficassem sem estrutura e com sabores fortes demais. Na metade, as pessoas já estariam enjoadas. Optamos pelo sorvete para dar mais frescor, já que seu sabor não fica tão pronunciado. O resultado é uma bebida energética, refrescante e revigorante”, garante ela.

Não deixe de conferir também o Guia de Bares e Restaurantes do Divirta-se

ONDE IR

Alessa
Rua São Paulo, 2.112, Lourdes, (31) 3292-2588. Aberta de terça a quinta, das 13h à 0h; sexta e sábado, das 13h às 2h; domingo, das 13h às 24h

Applebee’s
Rodovia BR-356, 3.049, 2º piso, Belvedere, (31) 3286-2450. Aberto de segunda a sexta, das 12h à 0h, sábado e domingo, das 12h à 1h

I Scream
Rua Alagoas, 1.212, Savassi. (31) 3295-5583. Aberto de segunda a sexta, das 11h30 às 20h; sábado, das 9h às 20h; domingo, das 13h às 20h.

Mc Donald’s
Avenida Getúlio Vargas, 1.300, Savassi. (31) 3261-4401. Aberto diariamente, 24h.

Me Gusta
Rua Juvenal Melo Senra, 395, loja 4. (31) 2511-2333. Aberto de segunda a sexta, das 11h30 às 22h; sábado, das 9h às 22hs e domingo, das 9h às 21h.

Salada
Rua Izabel Bueno, 1.214, Jaraguá. (31) 3785-8192. Aberto diariamente, das 10h às 22h.

Yogoberry
Avenida Olegário Maciel, 1.600, L1/BG 44B. (31) 3292-9194. Aberto de segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 13h às 21h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA