Sutaque Mineiro, o novo bar da cidade

Buteco requintado no Sion serve petiscos típicos da culinária do estado com toques dos vizinhos paulistas

por Gracie Santos 15/01/2010 07:00
Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press
A esquina das ruas Paraguai e Flórida ganhou novo bar, o Sutaque Mineiro (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press)

Depois de algumas brincadeiras de amigos sobre o seu carregado sotaque paulista, Paulo Rossi, que estava planejando montar um restaurante em Belo Horizonte – em parceria com Rafael Andrade, de Nova Lima, e José Ernesto, de Ouro Preto, – não teve dúvidas: homenagearia os companheiros de Minas batizando a casa com o nome Sutaque Mineiro. Aberto há pouco mais de um mês, na Rua Paraguai, esquina de Flórida, no Sion, o bar tem cardápio que privilegia as delícias da culinária do estado, mas com toques paulistas, caso do torresmo, por exemplo.

O petisco vem de São Paulo porque o tira-gosto preparado por aqui, na opinião do proprietário da casa, “é muito gorduroso.” “O torresmo que comemos lá é carnudo, o daqui normalmente é a barriga, se for servido em São Paulo, ninguém aceita. Acho que todos vão aprovar a diferença”, aposta. Paulo Rossi tem experiência no ramo, conta que cresceu dentro do restaurante do pai, João Renato, em São Paulo (“que virá a BH ajudar a incrementar o cardápio”). O sócio Zé Ernesto também trabalha na área, é dono de restaurante em Mariana (MG). Já Rafael fez curso de gastronomia recentemente.

Com a proposta de ser um boteco chique (as amplas instalações abrigam 34 mesas para quatro pessoas), o Sutaque Mineiro investe nos petiscos, mas serve pratos executivos (à noite e, em breve, também para almoço), além de massas artesanais. Têm feito sucesso os chamados trios, porções fartas: o de queijo reúne parmesão, provolone e muçarela defumada, a R$ 26; o bovino é servido com picanha, filé e fritas e custa R$ 32; e o suíno tem lombo, torresmo e mandioca, por R$ 28.

Entre os tira-gostos mais pedidos estão a picanha na chapa com fritas (R$ 32); o filé com fritas (R$ 29); o filé com molho gorgonzola (R$ 28); e a porção de batata com queijo e bacon (R$ 13,90). Destaque também para a batata recheada: purê de batatas com recheios variados (bacon, frango com catupiry, quatro queijos e palmito e a especial, com todos), servida em cumbucas – a partir de R$ 13,90.

Não sabe aonde ir? Confira mais dicas no Guia de Bares e Restaurantes do Divirta-se

Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press
Batata frita com queijo e bacon, uma das pedidas do cardápio (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D. A Press)
ARTESANAIS

No cardápio de bebidas, como não poderia deixar de ser, há 20 variedades de cachaças, entre as quais Salinas, Germana, Sagatiba e Vale Verde. As cervejas artesanais, da marca Backer, de Nova Lima, também têm boas opções. Inclusive a sofisticada Medieval, “inspirada na tradição das abadias medievais, de cor dourada, com aroma frutado e especiarias como cravo e coentro. Para tomá-la, há todo um ritual de queimar a tampa da garrafa com uma vela, o que altera sua cor e paladar”, explica Paulo Rossi.

Os proprietários têm ainda planos de servir um charmoso chá inglês, à tarde, acompanhado de pães e broinhas. A casa é a primeira representante em Minas do Vila Café, café gourmet tipo exportação fabricado na divisa de São Paulo com Minas.

O local escolhido para abrigar o Sutaque Mineiro, em região densamente povoada por bares e restaurantes, passou por ampla reforma, que durou cinco meses, “ao contrário dos previstos 60 dias.” Demorou tanto que eles decidiram abrir sem alguns acabamentos. “Mas todo mundo está elogiando. O muro por terminar e outros detalhes estão sendo vistos como detalhes que ajudam a dar um clima rústico ao lugar”, conta Paulo Rossi. Por isso mesmo, eles nem têm pensado mais em terminar as obras.

SUTAQUE MINEIRO
Rua Paraguai, 109, Sion, (31) 3568-7978 Aberto de segunda a sexta, das 17h à 1h, sábado e domingo, das 11h à1h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA