Restaurantes japoneses apostam em criações Contemporâneas

A idéia agora é servir pratos harmonizados com vinho

27/06/2008 04:00
Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press
Yakissoba do Restaurante Kei, aberto no Bairro de Lourdes (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press)
Se a comida japonesa, apesar de todo o sucesso em rodízios, à la carte e bufê, não é uma unanimidade, as criações contemporâneas que pouco a pouco são apresentadas pelos chefs e sushimen da cidade estão longe de serem consideradas sucesso. Pelo menos por enquanto, como comprova o número crescente de adeptos dessa ousada vertente culinária que altera receitas seculares. O segmento está incorporando novas técnicas, acrescentando ingredientes e modificando a combinação entre eles. E, como era de se esperar, a turma do vinho já está harmonizando a bebida com sushi.

Toda quinta, o Kei, em Lourdes, promove degustação harmonizada de vinhos e pratos da casa. Tanto sushis quanto pratos japoneses modernos são degustados com brancos, rosês e tintos. “As pessoas estão tomando muito vinho e surpreendendo a gente. Além de gostoso, fica diferente. Acho uma delícia um rosê ou branco geladinho com um bom sushi. Não acho que comida japonesa tenha que combinar só com saquê”, observa Gilson Júdice, proprietário da casa. Cada pessoa paga R$ 78 e tem direito quatro pratos, uma sobremesa e cinco taças de vinhos diferentes.

Além das robatas e dos pratos quentes tradicionais, há cinco pratos criados pela casa e inspirados na cozinha fusion, entre os quais sobressaem o (no mínimo) incomum salmão marinado em gengibre, laranja e missô, mal passado e servido com foie gras (R$ 45), o atum mal passado em crosta de gergelim com soba (massa típica) ao shiitake, nirá e molho cítrico (R$ 39, individual) e o camarão ao molho de algas e wasabi (R$ 42, individual). A adega da casa conta com 60 rótulos (entre R$ 40 e R$ 100, garrafa). Brancos e espumantes lideram as vendas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA