Giovanna Ewbank acusa amiga de estelionato e pede indenização

A advogada Isabela Brito Guerra persuadiu a atriz e o marido a investirem em imóveis através de leilões judiciais; Giovanna pede quantia de R$ 183 mil 

Reprodução/Instagram  
Giovanna Ewbank cai em golpe e pede indenização por danos morais (foto: Reprodução/Instagram  )

Os advogados que representam a atriz e apresentadora Giovanna Ewbank entraram no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro contra Isabela Brito Guerra, advogada e amiga da artista, sob alegação de estelionato.

 

 

De acordo com as informações da coluna de Ancelmo Gois do jornal O Globo. A mãe de ZyanTíti, e Bless cobra R$ 183 mil por danos materiais após ter sido vítima de um golpe e de estelionato. 
 
O caso envolvendo a esposa de Bruno Gagliasso aconteceu em 2010. Na época, a amiga de Giovanna convenceu tanto ela quanto o marido a investirem em um negócio de aquisição de imóveis através de leilões judiciais. Entretanto, Isabela nunca participou de qualquer aquisição e teria se apropriado do dinheiro investido pelo casal.  
 
Na ação apresentada por Ewbank, cobra-se parte da quantia que foi repassada a advogada, R$ 100 mil, mais as aplicações de correções monetárias pelo período. A petição apresentada pelos advogados da apresentadora consta que Isabela foi condenada por estelionato pelo Tribunal de Justiça em função do episódio.
 
Recentemente, o humorista Renato Aragão teria sido vítima de um golpe por um ex-funcionário da sua empresa, Renato Aragão Produções. O suspeito teria falsificado cheques e adulterado o nome dos beneficiários para o seu próprio nome e desviou mais de R$ 3 milhões.