Após criticar Oprah, Seal é investigado por agressão sexual

Segundo o site TMZ, atriz contou que o crime ocorreu em 2016, quando ela e o cantor eram vizinhos em Los Angeles

por Estado de Minas 16/01/2018 12:02
AFP
Seal acusou a apresentadora norte-americana de saber sobre o comportamento de Harvey Weinstein. (foto: AFP)
Menos de uma semana após de criticar a postura da apresentadora Oprah Winfey, acusando-a de ser conivente com os crimes cometidos por Harvey Weinstein, o cantor Seal se tornou o protagonista de mais uma das denúncias de assédio sexual que acomete Hollywood desde o segundo semestre de 2017.
 
De acordo com o site de notícias TMZ, o cantor está sendo acusado pela atriz Tracey Birdsall. Segundo ela, o crime teria acontecido em 2016, quando ela e Seal eram vizinhos em Los Angeles. Ela estava na cozinha de Seal para pegar um utensílio que havia emprestado ao cantor, quando ele avançou sobre ela. 
 
Seal teria tentado beijá-la à força e, em seguida, agarrou seus seios, insinuando que ela ''estava pedindo'' por estar usando shorts e regatas. Depois disso, a atriz deixou o local e não teve mais contato com o cantor. 

Tracey Birdsall revelou ao site que decidiu denunciar o caso após ver as declarações de Seal sobre Oprah. Uma fonte do TMZ confirmou que o cantor está sendo investigado pela polícia de Los Angeles. Em comunicado, um porta-voz do cantor afirma que ele nega ''veementemente'' as acusações e as classificou como falsas. 

POLÊMICA O cantor e compositor causou polêmica ao insinuar em um post no Instagram que Oprah Winfrey sabia sobre o comportamento de Harvey Weinstein. O produtor é acusado de dezenas de casos de assédio sexual e estupro, o que motivou uma campanha contra a má conduta sexual masculina, da qual a apresentadora é uma das defensoras. 

Na imagem compartilhada por Seal, Oprah aparece dando um beijo no rosto de Harvey. ''Quando você faz parte do problema por décadas, mas de repente todos acham que você é a solução'', escreveu o músico. 
 
''Você já havia ouvido rumores, mas não fazia ideia de que ele realmente assediava jovens atrizes, que, por sua vez, não sabiam no que estavam se metendo'', criticou. Seal ainda completou a publicação com a hashtag ''Hollywood Hipócrita''. 

A acusação foi realizada após o Globo de Ouro. O evento de gala contou com protestos encabeçado por diversas atrizes como Natalie Portman e Meryl Streep. Oprah, que recebeu o Troféu Cecil B. DeMille, fez um discurso sobre a força feminina, assédio sexual e racismo. 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE E-MAIS