Diretor do Ballet de NY se demite por acusação de assédio sexual

Peter Martins, do New York City Ballet, anunciou sua saída após receber mais de vinte acusações

por AFP 02/01/2018 10:16
Stephan Lovekin/AFP
Peter Martins, de 71 anos, era diretor do ballet desde 1989. (foto: Stephan Lovekin/AFP)
Peter Martins, direetor do New York City Ballet, anunciou sua saída depois de ter sido acusado de assédio e abuso sexual, informou o jornal The New York Times.

Mais de vinte bailarinas acusam Martins, de 71 anos de abusos verbais e físicos e de usar seu poder para obter favores sexuais.

''Neguei e, continuo negando, ter incorrido nessas condutas inapropriadas'', escreveu em uma carta à direção do ballet, na qual comunicou sua demissão, segundo o texto divulgado pelo jornal.

Martins, que é dinamarquês, estava sendo investigado depois que uma carta anônima denunciou as acusações. Depois, um grupo de bailarinas fizeram novas acusações ao Times; algumas das ocorrência datavam dos anos 1988.

Ex-bailarino, Martins foi designado um dos diretores da companhia em 1983 e, seis anos depois, passou a ser o único diretor principal.

Martins é o mais recente nome arrastado pela onda de denúncias desatadas há meses e que acabaram com a carreira do megaprodutor hollywoodiano Harvey Weinstein.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS