Morre aos 80 anos o jornalista Fernando Pacheco Jordão

O jornalista faleceu na manhã desta quinta-feira (14), em São Paulo, por falência múltipla de órgãos

por Agência Estado 14/09/2017 15:07
Instituto Vladimir Herzog
O velório está sendo realizado e seu corpo será cremado na sexta-feira (15) (foto: Instituto Vladimir Herzog)
Morreu na manhã desta quinta-feira, 14, em São Paulo, o jornalista Fernando Pacheco Jordão, que foi chefe de redação da TV Globo em São Paulo. Ele tinha 80 anos e teve falência múltipla de órgãos. O velório está sendo realizado nesta quinta-feira na sede da TV Cultura e seu corpo será cremado na sexta-feira.

Fernando Jordão começou no jornalismo em 1957 como redator e locutor da hoje extinta Organização Victor Costa, a OVC. Depois, foi contratado pela Rádio Difusora, emissora dedicada ao jornalismo que pertencia ao Grupo Diários Associados. Passou também pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Na década de 1970, foi contratado pela TV Cultura, onde ajudou a montar a redação. Depois, foi diretor de programação nos anos 80.

Ele é autor de Dossiê Herzog, livro sobre o assassinato do jornalista, Vladimir Herzog, nos porões da ditadura militar aqui em São Paulo.

Em nota, o Instituto Vladimir Herzog lamentou a morte de Jordão. "Não cabe usar verbos no passado para o Fernando, a quem temos de dizer um adeus pleno de comovida tristeza. Sua inteligência, lealdade, generosidade, resiliência e permanente bom humor inspiram que ele esteja sempre presente", disse o texto.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS