Ângelo Oswaldo vai para o Ibram

por Walter Sebastião 30/03/2013 10:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Cristina Horta/EM/DAPRESS
Ex-prefeito de Ouro Preto, Ângelo foi escolhido pela ministra Marta Suplicy (foto: Cristina Horta/EM/DAPRESS)
Ângelo Oswaldo de Araújo Santos, ex-prefeito de Ouro Preto, foi convidado pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, para ser o novo presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), ocupando cadeira deixada por José Nascimento Júnior. O jornalista preferiu não falar sobre a indicação, já que a ministra solicitou que ele não se manifestasse até a nomeação. Ele apenas observou que estar à frente da instituição é “trabalho muito bonito”. As mudanças que vêm sendo feitas pela ministra da Cultura, para ele, são ações visando ao fortalecimento do ministério e das políticas públicas para a área de cultura.

O ex-prefeito de Ouro Preto embarcou ontem para o Oriente e a França, a convite da Associação de Prefeitos Franceses, para seminário sobre patrimônio, que será realizado no Camboja. Volta em 12 de abril. Rui Mourão, diretor do Museu da Inconfidência, considerou muito positiva a indicação do mineiro para o Ibram. “É uma pessoa com grande experiência na área, que conhece a administração pública e é ligado a Minas Gerais”, observou. Ângelo Oswaldo nasceu em Belo Horizonte e é formado em direito pela UFMG.

Jornalista e escritor, Ângelo foi eleito três vezes prefeito de Ouro Preto. Foi secretário de Estado da Cultura de Minas Gerais (1984/1985), chefe de Gabinete do Ministério da Cultura (1986/1988) e presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Exerceu interinamente o cargo de ministro da Cultura em 1986. É membro da Academia Mineira de Letras, sócio do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais e do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

Ibram

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) é uma autarquia, criada em 2009, vinculada ao Ministério da Cultura, responsável pela administração direta de 30 museus e casas históricas federais. É função do órgão desenvolver e aplicar a Política Nacional de Museus, bem como incentivar a melhoria dos serviços do setor. As entidades mineiras do Ibram são: Museu da Inconfidência (Ouro Preto), do Diamante (Diamantina), Casa Borba Gato (Sabará), Museu Regional de São João del-Rei, Casa dos Ottoni (Serro) e Museu Regional de Caeté. Entre as ações do Ibram estão as semanas de museus, que em 2013 comemoram sua 11ª edição. A ação coletiva reúne centenas de instituições de todo o Brasil.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS