Capital e principais cidades históricas mineiras celebram a semana santa

Confira a programação religiosa em Minas Gerais

por Sérgio Rodrigo Reis 29/03/2013 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Marcelo A. Oliveira/Divulgação
Encenação da Paixão de Cristo em Belo Horizonte, um dos pontos altos da semana santa na cidade (foto: Marcelo A. Oliveira/Divulgação)
Minas Gerais, entre todos os estados brasileiros, é o que tem alguns dos mais belos cenários para as encenações dos rituais religiosos da Sexta-feira da Paixão. No dia em que os cristãos lembram o julgamento, a paixão, a crucificação, a morte e o sepultamento de Jesus Cristo, todo clima de devoção e simbolismo da fé católica ganha contornos ainda maiores nas representações realizadas em cenários históricos. Passeio imperdível para os que buscam introspeção e proximidade com os rituais milenares, municípios como Congonhas, Ouro Preto, São João del-Rei e Sabará se preparam para receber milhares de devotos.

Ação litúrgica

A programação religiosa da Arquidiocese de Belo Horizonte agendou para esta sexta-feira, às 15h, no Santuário Nossa Senhora da Conceição, a ação litúrgica. Às 19h, na Praça da Estação, será realizada a encenação da Paixão de Cristo, e, em seguida, ocorre procissão luminosa até a Paróquia São José. Amanhã, Sábado de Aleluia, dom Walmor celebra o momento de oração pelos fiéis mortos, às 9h, no Cemitério do Bonfim. Informações: www.arquidiocesebh.org.br.

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press
Tapetes de serragem e raspa de couro enfeitam as ruas de várias cidades mineiras (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

Retorno do Judas

Bem ao lado da capital, a 23 quilômetros, na vizinha Sabará, a novidade será a volta da queima do Judas, no Sábado de Aleluia, no Largo do Barão. Interrompida há 20 anos, a tradição deve marcar as celebrações, assim como um dos momentos mais esperados: a Via Sacra, nesta Sexta-feira da Paixão. O cortejo partirá do Centro Histórico, nas primeiras horas do dia, às 4h da madrugada, rumo a um dos pontos mais altos da cidade, a Capela do Bom Jesus, no Morro da Cruz. Serão quatro quilômetros de caminhada. A capela é um dos locais onde ocorrem as celebrações da semana santa, além da Matriz Igreja Nossa Senhora da Conceição, a Igreja Nossa Senhora do Rosário e a Igreja São Francisco de Assis. A encenação dos passos da paixão é outro momento comovente. Será hoje, a partir das 19h30, no adro da Igreja do Rosário.

 

Patrimônio da humanidade

Uma das encenações mais grandiosas de Minas ocorre anualmente em Congonhas, a 89 quilômetros de BH, na região central do estado. O espetáculo religioso é especial porque, além de contar com grandiosa montagem, é realizado no centro do conjunto histórico considerado, desde 1985, pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), patrimônio da humanidade.

A Paixão de Cristo é encenada em palcos posicionados em frente às principais igrejas. Diante da fachada da Basílica do Senhor Bom Jesus, de 1757, e o adro com as esculturas em pedra-sabão dos 12 profetas esculpidos por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, são realizadas as passagens dos últimos momentos da vida de Cristo. O espetáculo é promovido desde os anos 1960 e, a partir dos anos 1990, passou a contar com a participação ativa do grupo de teatro Dez Pras Oito e também de colaboradores, num total de 80 pessoas. Mas é bom chegar cedo, pois a encenação, que começa às 19h, tem atraído em média, cerca de 20 mil pessoas.

Juarez Rodrigues/EM/D.A Press
Procissão da Ressureição, em Ouro Preto, chegada na Igreja Nossa Senhora da Conceição (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

Paixão de Cristo

As celebrações da semana santa em Ouro Preto, a 98 quilômetros de BH, ganham tornam-se mais atrativas a partir das 20h desta sexta-feira, quando ocorre a cerimônia do Descendimento da Cruz, precedida pela Paixão de Cristo, este ano na Igreja São Francisco de Assis. Amanhã, será o dia da Procissão do Encontro. Na ocasião, fiéis partirão, às 15h, das igrejas de Nossa Senhora do Pilar e Nossa Senhora da Conceição (este ano, devido às reformas da Igreja de São Francisco) e se encontram na Praça Tiradentes, onde haverá missa. É tradição na cidade, a cada ano, as igrejas se revezarem na organização da cerimônia. À tarde, haverá a malhação do Judas, em frente à Matriz do Pilar. À noite, centenas de pessoas deverão se mobilizar para outra tradição: a confecção dos tapetes de serragem tingida, com inscrições, desenhos e figuras. Eles cobrem as ruas Centro Histórico, palco da Procissão da Ressurreição no Domingo de Páscoa.

Túlio Santos/EM/D.A Press
Celebração de Missa de Ressurreição na Basílica de Nossa Senhora do Pilar de São João del-Rei (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

Tradição ancestral

Poucos lugares conservam as celebrações litúrgicas com a fidelidade de São João del-Rei, cidade do Campo das Vertentes, a 180 quilômetros de Belo Horizonte. Pelas ruas centenárias, tapetes de serragens coloridas são criados anualmente para receber os milhares de fieis que vão conferir de perto as celebrações. A celebração tem característica peculiar: o soar dos sinos, considerado patrimônio imaterial do povo mineiro. A encenação dos Passos da Paixão será hoje, a partir das 20h30, nas escadarias da Igreja de Nossa Senhora das Mercês. São esperadas 20 mil pessoas.

 

Roteiro variado

Aos que buscam algo diferente das tradicionais celebrações da semana santa das cidades históricas, boa sugestão é a programação do Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté. Hoje, às 7h, haverá a Via Sacra, subindo a Serra da Piedade, numa procissão de contemplação dos passos de Jesus. No Domingo de Páscoa, às 11h, a celebração será feita por dom Walmor. Já em Santa Luzia, no Mosteiro de Macaúbas, hoje, a partir das 15h, haverá ação litúrgica da Paixão do Senhor. Em Santa Luzia, o destaque hoje, às 19h, é a apresentação das figuras bíblicas, seguida do sermão do descendimento e da Procissão do Enterro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS