Keila Alaver traz exposição de "gosto duvidoso" para galeria do Sesc Palladium

A artista paranaense celebra o excesso e o inútil e irá mostrar objetos de sua própria casa

por Estado de Minas 06/03/2013 09:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Edouard Fraipont/Divulgação
Trabalho da artista paranaense Keila Alaver, em exposição da Galeria GTO (foto: Edouard Fraipont/Divulgação)
Atenta observadora do “capitalismo made in China”, a artista plástica paranaense Keila Alaver se inspirou em objetos decorativos fabricados em massa para criar a instalação 'O jardim da pele de pêssego', que ficará exposta até 28 de abril na Galeria de Arte GTO do Sesc Palladium, em Belo Horizonte.

Por anos, a autora reuniu objetos do chamado “gosto duvidoso”, guardados em sua própria casa. Esses xodós do povão, feitos de materiais como conchas e galhos, deram origem a cisnes, caracóis, porcos, águias e demais figuras das colagens de Keila. Todos ressurgem cobertos de uma “pele” aveludada, obtida por meio do processo de flocagem. A artista lança mão também de figuras de isopor pré-moldadas, adquiridas em lojas especializadas em artigos para festa.

'O Jardim da pele de pêssego' aposta no contraponto entre elementos da cultura popular e padrões associados à beleza, à sofisticação e à elegância. O resultado vai de encontro ao bom gosto e até ao politicamente correto. Essencialmente tropical, o trabalho de Keila celebra o excesso e o inútil. A artista plástica paranaense tem 42 anos. Estudou na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) e mora na capital paulista, onde produz pinturas, esculturas e fotografias. Keila tem explorado os limites da imagem bidimensional em seus trabalhos, que já foram mostrados nas galerias paulistanas Luisa Strina, Vermelho e Sesc Pompeia.

O JARDIM DA PELE DE PÊSSEGO
Trabalhos de Keila Alaver
Abertura nesta quarta-feira, às 19h, para convidados
Local: Galeria de Arte GTO do Sesc Palladium
Endereço: Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro
De terça-feira a domingo, das 9h às 21h. Até 28 de abril

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS