Biografia traça carreira do ilustrador de cartazes cinematográficos Benicio

Artista que produziu mais de 300 cartazes para o cinema ganha retrospectiva em E Benicio Criou a Mulher, que chega às livrarias

por Agência Estado 19/12/2012 14:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução / Opera Graphica
(foto: Reprodução / Opera Graphica)
E Benicio Criou a Mulher... O título da biografia cita o filme de Roger Vadim, E Deus Criou a Mulher, de 1956, que lançou ao mundo a maior de todas as pin-ups do cinema, a francesa Brigitte Bardot. Nada mais justo para com o ilustrador José Luiz Benicio da Fonseca, o Benicio, de 76 anos. Do lado de cá do Paraíso, Benicio desenhou as curvas mais perfeitas das mulheres de papel do Brasil. Leia mais: Jardim de Versos destaca temas de interesse infantil Neville D'Almeida lança o romance A dama da internet, pensado como roteiro para o cinema O escritor e jornalista Gonçalo Junior é o autor da biografia desse gaúcho que será lançada nesta quarta-feira em São Paulo, na Livraria da Vila. Benicio fez mais de 300 cartazes de cinema entre 1965 e 1985, de A Madona de Cedro a Independência ou Morte, de O Casamento ao clássico Dona Flor e Seus Dois Maridos, chegando aos recentes Pelé Eterno e o primeiro filme do "Casseta"  a infância pobre em Porto Alegre, os primeiros trabalhos como ilustrador, a entrada no cinema. E as influências entre as quais os pintores impressionistas, Lautrec, Serrat e Monet. E BENICIO CRIOU A MULHER... Autor:Gonçalo Junior Editora: Opera Graphica R$ 79,90, 416 páginas

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS