Cia. Boto-Vermelho traz a BH o Programa de Mapeamento do Setor de Artes Cênicas para a Infância e Juventude no Brasil

11/12/2012 10:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Até sexta-feira, a Cia. Boto-Vermelho traz a Belo Horizonte o Programa de Mapeamento do Setor de Artes Cênicas para a Infância e Juventude no Brasil. Coordenador da iniciativa, Ricardo Schöpke explica que a ideia é pesquisar como funciona a economia criativa nessa área. A proposta é montar o diagnóstico sobre a atuação de companhias ligadas à infância e juventude, levando em consideração aspectos como formação de grupos, espaço físico, formas de produção, relação com leis de incentivo e editais, prêmios, temporadas, festivais e penetração na mídia. Schöpke conta que o projeto já mobilizou 20 estados, entre eles Goiás, Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Sul e Amapá. A proposta nasceu no 1º Seminário Internacional de Teatro para a Infância e Juventude, realizado no ano passado, no Rio de Janeiro. O foco principal, explica Ricardo Schöpke, é traçar amplo panorama de cada região e buscar subsídios para o 2º Seminário Internacional de Teatro para a Infância e Juventude. Entre os parceiros mineiros da iniciativa, informa ele, estão os grupos Giramundo, Maria Cutia e Yepocá.2

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS