Quadrinistas mineiros apostam em personagens marcantes para conquistar novos leitores

Histórias são protagonizadas por jovens, guerreiros medievais e até mesmo peixes falantes

por Sérgio Rodrigo Reis 28/11/2012 09:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Maurício de Sousa foi pioneiro de um mercado que hoje atrai centenas de seguidores: o dos quadrinhos. Com a criação de um cãozinho e seu dono – Bidu e Franjinha –, há 53 anos, ele iniciou uma carreira como produtor de tirinhas que, desde então, cativa milhões de admiradores em todo o mundo. Inspirado nos filhos, inventou personagens como a Mônica, o Cebolinha, Cascão, Piteco, Chico Bento, Penadinho, Magali, Horácio, Raposão e o Astronauta, que o levou também ao topo do mercado de licenciamentos de produtos. O exemplo serve de estímulo para talentosos artistas nacionais. O grande esforço dos criadores mineiros, neste momento, tem sido tornar os seus personagens mais conhecidos. A internet é a grande aliada.

Brakan, um lutador bárbaro, ao estilo do famoso Conan, é a aposta do consagrado desenhista Mozart Couto. Natural de Juiz de Fora, com diversos prêmios no currículo, como o Jabuti, em 1999, pelo livro Nosso folclore (Editora Ave-Maria), o quadrinista tem especial predileção pelo personagem. A primeira vez que o combatente apareceu foi em 1987. Desde então, não para de ampliar a rede de admiradores, sobretudo entre os fãs da HQs, vivendo aventuras fantásticas numa época não tão definida da história e repleta de desafios pela sobrevivência. Personagens fixos como Brakan não são a regra no mercado.

A nova geração concorda que insistir numa história que evolui e amadurece com o criador amplia as chances de se tornar conhecido. Vitor Cafaggi está no caminho. Há alguns anos criou a tirinha Valente, inspirada na difícil vida de um tímido jovem em busca do grande amor. A aposta, no seu caso, deu certo. Mas não vê outros artistas da sua geração em caminho parecido. “Não conheço tantos quadrinistas mineiros com personagens fixos”, analisa.

Daniel Lima faz parte do grupo que, além de criatividade, busca apoio nas novas tecnologias. “A internet ajudou demais. Comecei com fanzine, quando tirava cópia xerox e saía distribuindo. Por mais que fosse barata, tinha que bater perna para divulgar. Hoje, a internet faz isso. A dimensão é outra.” O personagem criado por Daniel Lima que ganhou a rede é Oswaldo Augusto, um peixe que o artista usa para falar de si mesmo. “No começo, não sabia se seria meu principal trabalho, mas a carga de honestidade que colocava em cada tira acabou por definir isso. Em outros tipos, tentava fazer humor e, no Oswaldo, só contava a minha vida sem, necessariamente, ser autobiográfico.”

Quando resolveu criar a série em quadrinhos Juventude, a desenhista Chantal Herskovic decidiu investir num personagem para todos os que mantêm sempre o espírito jovem. O primeiro que inventou foi Edu, um tipo que tem esse lado meio rebelde, capaz de satirizar situações do cotidiano. Nas aventuras, o personagem aparece acompanhado de Hugo e Cacá, amigos que o ajudam nas aventuras que giram em torno de assuntos típicos dos adolescentes, como passar no exame de direção, estágio, colegas de trabalho, shows de rock e namoros. Temas como moda, tecnologia digital, cibercultura, esportes radicais e música também aparecem como espécie de crítica à sociedade de consumo.

Chantal/Reprodução
(foto: Chantal/Reprodução)
EDU Principal personagem de Chantal Herskovic É umgaroto que está sempre aprontando em casa e na escola, comhumor e criando situações inusitadas. Mesmo não gostando de ler os livros indicados pelo colégio, escolhe e lê suas próprias histórias e critica aqueles que não pensam por si só. Enfim, é umgrande curioso. Já construiu um foguete com explosivos e formatou seu computador, possuído por vírus de outros mundos.
Mozart Couto/Divulgação
(foto: Mozart Couto/Divulgação)
BRAKAN Personagem criado por Mozart Couto As aventuras do guerreiro bárbaro são repletas de lutas e magia, porém, mudam o teor quando se envolve num dilema: não sabe se abandona a luta ou segue um caminho espiritual. A dúvida aparece quando encontra Saddhu, mestre em ioga.
Vitor Caffagi/Divulgação
(foto: Vitor Caffagi/Divulgação)
VALENTE Personagem de Vitor Cafaggi A história do tímido jovemValente à procura do amor da sua vida embala a série de tirinhas que, há alguns anos, entusiasma o desenhista Vitor Cafaggi. As tiras narram o dia a dia do personagem e seus constantes encontros e desencontros

comdiferentes garotas.

Daniel Pinheiro/Divulgação
(foto: Daniel Pinheiro/Divulgação)
OSWALDO AUGUSTO Personagem de Daniel Pinheiro Lima Criado em 1998, publicado inicialmente em um fanzine chamado A república do Môco, Oswaldo Augusto é um peixe, espécie de alter ego do seu criador. “Sou e não sou o peixe. Na maioria das tiras o peixe sou eu, mas quando estou mais ranzinza, me ponho em outro personagem”, explica.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS