Cau Gomezlança o livro Pastinha - O menino que virou mestre de capoeira, em BH

Noite de autógrafos também contará com a presença do escritor Jesus Barreto

13/11/2012 10:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
(Solisluna/divulgação)
O ilustrador mineiro Cau Gomez conta a história do mestre da capoeira (foto: (Solisluna/divulgação))
O bom filho à casa torna. O talentoso ilustrador Cau Gomez vai lançar nesta terça-feira, em BH, o livro Pastinha – O menino que virou mestre de capoeira (Editora Solisluna), com texto de José de Jesus Barreto, que também participará da sessão de autógrafos, às 19h, na Livraria Mineiriana (Rua Paraíba, 1.419, Savassi). Leia também:

 

Primeiro africano a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura faz conferência em BH

Foto em pauta recebe o fotógrafo Valdemir Cunha para bate-papo

Ricardo Homem abre mostra nesta terça-feira na Galeria de Arte da Cemig Mostra Museu revelado une outra vez o Museu de Arte da Pampulha e a Casa do Baile Ainda garoto, na década de 1990, Cau iniciou sua carreira na imprensa de BH. Atualmente, ele trabalha em Salvador. Seu novo livro conta a história do criador da capoeira Angola da Bahia. A história veio do próprio Pastinha, em entrevista concedida em 1967 ao jornalista José de Jesus Barreto. “Além de mestre de capoeira, Pastinha era filósofo e educador, um pensador popular de grande talento. Com sua arte, ajudou a construir o mito da baianidade e escreveu instigante capítulo da história de nossa gente mestiça”, afirma Barreto. O livro é destinado aos jovens e às crianças. De acordo com os autores, por meio de Pastinha esse público tomará contato com a Bahia cantada por Dorival Caymmi, celebrada pelo escritor Jorge Amado e retratada pelo artista plástico Carybé. “O mestre era um guerreiro do povo. Com seu ritmo e sua mandinga, esse baiano ensinou a arte da resistência”, conclui Cau Gomez. O livro custa R$ 35.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS