Psiquiatra e psicanalista Jorge Forbes lança livro dentro do projeto Sempre um papo

Autor defende que a psicanálise deve legitimar as novas formas de viver na globalização

por Carolina Braga 17/09/2012 09:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rachel Guedes/Divulgação
(foto: Rachel Guedes/Divulgação)
O psiquiatra e psicanalista Jorge Forbes não tem o menor problema em ser enfático: ou a psicanálise muda ou ficará devendo à sociedade da globalização. Convidado do projeto Sempre um papo, ele lança nesta segunda-feira em Belo Horizonte Inconsciente e responsabilidade – Psicanálise do século 21, livro que questiona postulados do passado e revela a necessidade de abordagens atualizadas sobre o homem contemporâneo. 
“A psicanálise tem função importante, que é legitimar as novas formas de viver na globalização. Acho que está devendo isso. Os analistas ainda estão muito presos nas suas garantias do passado. A meu ver, precisamos sacudi-los um pouco, para este novo momento do mundo”, afirma. Uma das mudanças tratadas pelo autor está nos laços sociais. Se quando a psicanálise surgiu, há 110 anos, a sociedade era fundada em relações verticais, a horizontalidade dos dias de hoje pede olhar diferenciado. 
É por isso que ele defende a necessidade de abordagens que vão além do freudiano complexo de Édipo, das buscas de explicações no passado para os comportamentos do presente e até mesmo na consciência da responsabilidade. “Antigamente, as pessoas sabiam aonde deveriam chegar e se perguntavam o que estavam evitando para chegar lá. Buscavam no passado a liberação do presente. As pessoas de hoje não têm certeza alguma do que querem. Então, não têm uma pergunta. A pessoa é confrontada com múltiplas possibilidades. Para alguém que tem 10 opções, a única certeza que fica é a de que perderá nove. Aí entra em uma angústia paralisadora”, explica. 
A perspectiva de Jorge Forbes é de que a psicanálise de hoje deve estar menos preocupada em dar um sentido às queixas do ser humano, na medida em que esclarece mais as consequências das escolhas. “Mostrar para elas que têm que fazer opções arriscadas. Em uma sociedade que perdeu os padrões e tudo aquilo que você escolhe é por sua conta e risco, a psicanálise tem que lidar com essa angústia”, enfatiza. 
Inconsciente e responsabilidade – Psicanálise do século 21 é fruto de uma das teses doutorais de Jorge Forbes. Ele também é o autor de livros como Você quer o que deseja? e coautor de A invenção do futuro, em que também pensa soluções para viver na era de quebra dos ideais.
 
Inconsciente e responsabilidade – Psicanálise do século 21
Lançamento do livro de Jorge Forbes, nesta segunda-feira, às 19h30, no Sempre um papo, no Teatro João Ceschiatti do Palácio das Artes, Av. Afonso Pena 1.537, Centro, (31) 3261.1501. Entrada franca. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS