Arraiá da casinha agita o Barro Preto no sábado, 29

Quarta edição do festival de rua contará com 4 palcos e diversas atividades juninas. A entrada é franca

por Fernanda Machado 29/06/2012 14:34

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
São João invade as ruas do Barro Preto no sábado, 30 de junho, com o Arraiá da casinha. Em sua quarta edição, a festa surpreende ano após ano ao misturar a capital e o interior, o folclórico e o contemporâneo. A ideia é mesclar as atividades típicas das festas juninas com a crescente cena cultural de Belo Horizonte. Quatro palcos ocuparão o cruzamento entre as ruas Goitacazes e Tenente Britto Melo, com apresentações diversas para toda a família em oito horas de programação. Além dos shows, atividades como “a quadrilha mar linda do Barro Preto”, espaço de lazer com brincadeiras e atividades juninas e área lounge com temática jeca animam o local. Toda a cenografia e decoração fica por conta do escritório de arquitetura Fósforo. Confira a programação de shows do Arraiá da Casinha: . Márcio Levy – Mineiro de Pirapora, Márcio faz uma música que vem dos elementos do vale do São Francisco. A chamada música barranqueira.  Música de raiz que dialoga com elementos da cultura popular.  A maioria de suas composições foi feita no sertão, na beira do rio. O violeiro também se aventura pelas artes cênicas,  entretendo o público com personagens que criou. · Gustavito - Gustavo Amaral é músico de Belo Horizonte, onde vem atuando como multi-instrumentista, arranjador e compositor.  Faz parte do coletivo Casa Azul, estúdio independente, onde foram gravados os álbuns “A Toada Vem é Pelo Vento” de Luiza Brina, em 2011 e “Flores Maçãs”, de Paulo Cesar Anjinho, em 2010. Entre dezembro de 2011 e Março de 2012 foi gravado na Casa Azul o primeiro álbum solo de Gustavito: “Só o Amor Constrói”, que será lançado 05/07 no Teatro da Biblioteca em BH. Como compositor Gustavito demonstra um estilo marcado pelo amor à cultura popular brasileira, misturados a uma poesia rica e musicalidade instigante. . Trovão das Minas - O grupo Trovão das Minas foi fundado em 2001, em Belo Horizonte, a partir de oficinas ministradas no espaço Gonguê - Cultura, Tradição e Arte. O grupo busca resgatar e valorizar a centenária cultura do Maracatu de Baque Virado, parte importante da rica Música Popular Brasileira. Em seu trabalho mistura elementos do Maracatu Pernambucano com os ritmos do Moçambique, da Ciranda, Congo, Baião, Côco e Toadas de Domínio Público, desenvolvendo um repertório de composições próprias, através da pesquisa da tradicional música da Cultura Popular. · Sarah Assis e a Sanfona Distorcida -  (com a participação dos músicos convidados Mateus Bahiense, Edgard Dedig, Filipe Marks e Pedro Martins) Pianista, arranjadora e acordeonista, Sarah Assis participou de diversos festivais nacionais e internacionais de música, teatro e circo. Sua busca consiste em experimentar sonoridades diferentes plugando seu acordeon em pedais de efeito e processado em um kaossilator.  Apresenta um repertório que colide de forma hipnótica a chanson de Serge Gainsbourg com o jazz de Coltrane, o glam-rock de Bowie com o surf music de Dick Dale, o eletrônico blasé do Air com o melodrama latino de Jeanette, as canções do leste europeu com o Libertango de Piazzolla, e o DNA de Bach com Luiz Gonzaga, carinhosamente apelidado de "Bach-ião". . Djs Hélio Marinho e Guto Lover agitam o espaço “loujeca” da festa. SERVIÇO: Arraiá da Casinha Data: Sábado, 30 de junho – de 13 às 22hs Local: Cruzamento entre as ruas Goitacazes e Tenente Brito Melo, Barro Preto Entrada Franca

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS