Livro Quem são os mulatos? faz rica observação sociológica sobre relações raciais no Brasil

por Estado de Minas 16/06/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Jean-Baptiste Debret/Reprodução
Sapataria, litografia de Debret: rica observação sociológica sobre as relações raciais no Brasil (foto: Jean-Baptiste Debret/Reprodução)
Quem são os nossos mulatos? Para responder à pergunta, o pesquisador Marcos Hill debruçou os últimos anos na obra de autores como Raphael Bluteau, André João Antonil, Jean-Baptiste Debret e tantos outros em busca de sinalizações e pistas para responder ao questionamento. O resultado pode ser conferido no livro Quem são os mulatos? Anotações sobre um assunto recorrente na cultura brasileira (Editora C/Arte, 136 páginas), que será lançado hoje, às 11h, no Café com Letras.

Historiador de artes visuais, restaurador e professor de história da arte da UFMG, Marcos Hill realiza no livro uma leitura dos vários registros de natureza diferente sobre o tema: relatos de viagem, dicionário, cartas, o primeiro livro de história, textos literários, ensaios e remotas pesquisas científicas. Na obra, o autor buscou identificar na história intelectual nacional os processos de invenção do nosso legado, assim como seus fundamentos políticos, ideológicos e culturais em cada momento histórico.

Ainda no livro, como analisa Sônia Queiroz no prefácio, Marcos Hill “busca identificar (e identifica) na cultura visual brasileira os processos de invenção da cultura e da arte, assim como seus fundamentos político-ideológicos em cada momento histórico. E vai fazendo anotações sobre uma imagem recorrente na cultura brasileira desde o início da sua formação: os mulatos”. Na obra, o autor dedica ainda cada um dos capítulos à análise da visão dos autores que serviram de base à sua pesquisa.

Marcos Hill registra que o interesse pelo assunto dos mulatos não requer justificativas tão eloquentes, se consideradas suas principais motivações. “Nascida e criada no Brasil, uma pessoa pode, desde a infância, acostumar-se com as frequentes referências a esses ‘seres’. E sobretudo no contexto do brilho pessoal, da agilidade e astúcia no futebol, do talento musical, da alegria espontânea e da sensualidade tão ‘tipicamente’ brasileiros que mulatas e mulatos resplandecem, ocupando lugares destacados em narrativas verbais e visuais afeitas a exaltações nacionalistas com fortes repercussões internacionais”, explica.

Quem são os mulatos? Anotações sobre um assunto recorrente na cultura brasileira
Lançamento do livro de Marcos Hill. Hoje, das 11h às 13h, no Café com Letras (Rua Antônio de Albuquerque, 781, Savassi). Informações: (31) 3225-9973.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS