Gabriel García Márquez está perdendo a memória

A confirmação foi dada pelo escritor Plinio Apuleyo Mendoza, amigo próximo do colombiano

por Thais Pimentel 12/06/2012 15:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução
(foto: Reprodução)

 

O vencedor do prêmio Nobel de literatura, Gabriel García Márquez, está perdendo a memória. A afirmação partiu do amigo Plinio Apuleyo Mendoza, em uma entrevista para o site colombiano KIEN & KE.

 

Segundo ele, Gabo (como é chamado o escritor) já não reconhece a voz dos companheiros mais próximos. Plínio é um deles. Mesmo convivendo com García Márquez por décadas, ele vem se tornando cada vez mais estranho aos seus olhos e ouvidos. Gabo, que tem 85 anos, já nem fala mais ao telefone por causa do esquecimento.

 

A mãe e o irmão mais novo de García Márquez apresentavam quadros de Alzheimer antes de morrer. Plínio acredita que o escritor esteja sofrendo do mesmo mal, já que na última vez em que conversaram Gabo lembrava de episódios ocorridos há mais de 30 anos, mas perguntava repetidas vezes ao amigo a que horas havia chegado.

 

Rodrigo, filho de Gabo e afilhado de Plínio, disse que o pai precisa ver as pessoas para reconhecê-las. "Rodrigo me disse que ele tem que me ver porque pela voz não sabe quem está falando", contou Plínio.

 

Gabriel García Márquez é considerado o maior escritor colombiano de todos os tempos. Ele é autor de títulos como Cem anos de solidão, Amor nos tempos do cólera e Notícias de um sequestro. Ele recebeu o Nobel de literatura em 1982.

 

Seu último romance foi Memória de minhas putas tristes, lançado em 2004.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS