Peça de grupo alemão explora teatro experimental em BH

O grupo alemão Antagon TheaterAKtion mostra em Belo Horizonte o quanto uma peça pode ser experimental. O espetáculo Time out é destaque no Festival Internacional de Teatro, o FIT

por Carolina Braga 09/06/2012 10:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
André Baumecker/Divulgação
Dead Lover%u2019s Twisted Heart lança vídeoclipe e site em show no FIT (foto: André Baumecker/Divulgação)
 
Certo de que a comunicação somente com palavras é bastante limitada para dar conta da expressão humana, o diretor artístico alemão Bernhard Bud não vai economizar em modos de dizer na apresentação prevista para este sábado de Time out. A criação do grupo Antagon TheaterAKtion é uma das estreias escolhidas para a abertura do 11º Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte, o FIT-BH. 

Sem usar falas formais, Time out propõe uma reflexão sobre o tempo no mundo contemporâneo. Durante uma hora e 15 minutos, os artistas lançam mão de técnicas de dança, pirotecnia, música, pernas de pau e até capoeira para contar uma história que, em essência, é bem abstrata. “Somos escravos do tempo”, resume o diretor. 

Diferenças Criado há 22 anos em Frankfurt, na Alemanha, o Antagon TheaterAKtion é especializado em teatro experimental. As montagens – sempre grandiosas – nascem de vivências do próprio grupo ao redor do planeta. Time out, por exemplo, surgiu depois de uma temporada na América Latina. Ao passar por países como Brasil, Cuba e Bolívia, Bernhard se deu conta de que a relação com o tempo estabelecida pelos cidadãos deste continente é bem diferente da europeia. 

“Time out é perfeito para ser apresentado aqui”, garante Bernhard, lembrando que a peça coloca em cena o conflito entre as culturas arcaica e a civilizada. Não se trata de dizer se o passado era melhor ou pior, mas deixar claras as diferenças, principalmente nos relacionamentos humanos contemporâneos. “Gosto do Brasil porque aqui as pessoas têm muita conexão com a própria cultura. Na Alemanha, estamos perdendo o sentido de coletividade”, observa Bud.

O Antagon TheaterAKtion se caracteriza pelo elenco multicultural e uma filosofia colaborativa. Entre os 25 integrantes do núcleo de criação principal, há artistas de 10 países, entre eles o Brasil, representado pelas atrizes Luciana Fazan e Bárbara Luci. Outra característica forte do grupo é que atores, dançarinos, técnicos e produtores vivem juntos em uma comunidade montada ao redor da sede da companhia. 

Natural de Salvador, há três anos Bárbara passou a fazer parte do Antagon. A chegada dela representou, também, a inclusão de elementos nacionais em Time out, montagem em circulação desde 2002. “Todos os movimentos são construídos a partir da nossa identidade. Então acrescentei capoeira e samba, por exemplo”, conta. Apesar de já ter retornado ao Brasil várias vezes com o grupo para apresentações de performances e intercâmbios culturais, principalmente na Bahia, está será a primeira vez que Bárbara vai apresentar um espetáculo completo.
 
Trilogia de novidades 
 
Enganou-se quem pensou que o FIT contemplasse apenas espetáculos teatrais na sua programação. Além das peças, o festival promove atividades especiais, com ênfase em pesquisa, performances e shows musicais, no Parque Municipal. Entre as atrações destaca-se a banda Dead Lover’s Twisted Heart, que esta noite faz show de lançamento do primeiro videoclipe e do novo site. Os shows no parque começam às 19h30. O grupo deve entrar em cena no começo da madrugada. 
 
Formado por Guto Borges (guitarra), Ivan Vaz (vocal e guitarra), Vinikov (baixo) e Pati Rezende (bateria) o Dead Lover’s Twisted Heart tem no repertório músicas autorais em inglês, influenciadas pelo folk, rock e indie pop. Em 2006 a banda produziu o primeiro trabalho, What is it for?, mas o sucesso na cena independente veio em junho de 2010, com o lançamento do álbum DLTH, do qual a faixa Pretenders, que encerra o disco, foi escolhida para ganhar versão em vídeo. 
 
Produzido em parceria com o fotógrafo mineiro radicado na Inglaterra André Baumecker, o vídeo tem como tema o amor. “Senti uma proximidade grande com as postagens do André na internet e me encantei com a possibilidade de produzirmos algo juntos”, conta o guitarrista Guto Borges, que revela a proximidade entre a narrativa da canção e o trabalho do artista plástico. Quem estrela o clipe é o ator Marcelo de Castro, do grupo Espanca!. A banda aparece apenas em alguns momentos, mas não é o foco principal das imagens. 
 
O projeto do vídeo marca o início de uma trilogia de novidades do Dead Lover’s para esse ano. O novo site, que também será lançado no show, vai disponibilizar todo o conteúdo produzido ao longo dos seis anos de carreira do grupo, entre fotos, shows, vídeos e discos. E será uma plataforma aberta de trabalho, com espaço para troca de influências, ideias e sons. A banda, que está a todo vapor na produção, ainda promete a estreia do novo EP para julho. Enquanto isso, os fãs poderão acompanhar a produção no site www.dlth.com.br. 
 
Dead Lover’s Twisted Heart
Show de lançamento do vídeoclipe Pretenders e novo site da banda, neste sábado, no 
Parque Municipal (Av. Afonso Pena, 1.377, Centro). Ingressos a R$ 10 e R$ 5 (meia). Informações: (31) 3277-4366 e www.fitbh.com.br. 
 
 
SÁBADO NO FIT 
 
» RUA
Cortejo de abertura
Praça da Liberdade. Sábado, 10h. 

Romeu e Julieta (Belo Horizonte/MG)
Praça do Papa (Av. Agulhas Negras, s/n º, Mangabeiras). Sábado, às 19h, e domingo, às 16h. Gratuito. 

Sua incelença, Ricardo III (Natal/RN)
Praça Nova da Pampulha (Praça Geralda Damata Pimentel s/nº, Bandeirantes). Este sábado, às 19h. Gratuito.

Time out (Alemanha)
Centro Esportivo Milionários (Rua Davi Fonseca, 1386, Milionários). Este sábado, às 19h e domingo , às 20h. Gratuito.

» PALCO

Los autores materiales (Colômbia)
Casa Mac (Rua Eduardo Porto, 612 – Cidade Jardim, (31) 2555-5524). Este sábado, às 21h30. Ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia). 

Los hijos se han dormido (Argentina)
Grande Teatro do Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro, (31) 3236-7400). Este sábado, às 21h30. Ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia).  


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS