Chegada do homem à Lua e sequências de Star trek são as novas apostas dos estúdios de cinema

Universal promete para outubro First man, sobre o primeiro pouso na Luae Paramount pretende lançar dois novos longas da franquia Star trek

29/04/2018 09:33
Paramount Pictures/Divulgação
Sequências de Star trek são grandes apostas da Paramount, que teve vários tropeços no último ano (foto: Paramount Pictures/Divulgação)

Promovida pela Associação Nacional Norte-Americana de Donos de Cinema, a CinemaCon é um evento em Las Vegas, em que os grandes estúdios de Hollywood anunciam seus projetos, mostram as novidades tecnológicas para as salas de cinema e promovem a sétima arte. Ao longo da semana, algumas produções previstas causaram expectativas, já que o mercado mobiliza toda a indústria do entretenimento.

A Universal apresentou Firt man, sobre o primeiro pouso na Lua. O filme, um drama dirigido por Damian Chazelle, vencedor do Oscar por La la land: Cantando estações, começa a contar a história da missão da Nasa nos anos 1960, repassando a vida adolescente de Neil Armstrong, protagonizado por Ryan Gosling, também ator de La la land.

A ação começa quando Amstrong inicia seu treinamento para a viagem, o Apollo 11 é lançado e as cápsulas incendeiam enquanto caem na Terra. Enquanto isso, a primeira esposa de Armstrong, Janet, protagonizada por Claire Foy, grita aos cientistas da Nasa: “Vocês não têm nada sob controle”. O trailer da produção, que estreará em outubro, termina com a histórica frase do primeiro homem que pisou na superfície lunar: “Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”.

Gosling classificou a missão do Apollo 11 como a “viagem mais surpreendente da história”, enquanto Foy descreveu First man como a história de “heróis anônimos que deram seu apoio a esta viagem quase impossível”.

Os jornalistas haviam especulado que a Universal, como fez ano passado com Velozes e furiosos 8, mostraria por completo Jurassic world: Reino ameaçado, mas apresentaram somente os cinco primeiros minutos do filme, que conta com as estrelas Chris Pratt e Bryce Dallas. Ainda assim, esse tempo serviu para ver muita ação, fórmula que dá créditos à empresa. Não à toa, Jurassic world: O mundo dos dinossauros faturou US$ 1,7 bilhão em 2015.

A Universal ofereceu uma seleção de suas próximas estreias, como o filme de terror Glass, de Night Shyamalan, o fim da trilogia que começou em 2000 com Corpo fechado. Glass é protagonizado por Samuel L. Jackson, Bruce Willis, James McAvoy e Sarah Paulson, que aparecem no palco do Caesar’s Palace, onde Shyamalan chamou o filme de “a primeira produção de história em quadrinhos realmente aterrorizante”.

TOP GUN No dia seguinte, a Paramount Pictures contra-atacou ao anunciar que Star trek terá duas novas produções, encerrando com meses de especulação a respeito da lucrativa franquia. Outra novidade foi que Um lugar silencioso, filme de terror atualmente em cartaz no Brasil, terá uma sequência. Dirigido por John Krasinski e protagonizado por ele e sua esposa, Emily Blunt, Um lugar silencioso já arrecadou mais de US$ 200 milhões em todo o mundo. A produção teve um orçamento de US$ 17 milhões, tornando-se o maior sucesso de bilheteria da Paramount desde Star trek: Sem fronteiras, de 2016.

Desde que o terceiro filme da nova série Star trek arrecadou quase US$ 350 milhões em todo o mundo, a Paramount registrou vários tropeços. O diretor-executivo da Paramount Jim Gianopulos, que assumiu o comando da empresa no ano passado, admitiu que o estúdio teve um ano difícil, mas destacou que a Paramount está “definindo as bases” para repetir o sucesso do passado. “Estou incrivelmente confiante de que temos a equipe, a cultura e a atitude correta para levar a Paramount a novos patamares”, disse, acrescentando que o sucesso do longa-metragem de terror indica que estão no caminho certo.

Gianopulos anunciou uma série de sequências em parceria com a Skydance Media, incluindo um novo Exterminador do futuro com Linda Hamilton, atriz do filme original com Arnold Schwarzenegger, Top gun: Maverick, com Tom Cruise, além das duas novas sequencias de Star trek, se revelar maiores detalhes. Não está claro se os filmes serão uma sequência da mais recente versão da franquia ou se incluiriam o longa-metragem que, segundo especulações, pode ser dirigido por Quentin Tarantino. Após o lançamento de Star trek: Sem fronteiras, a Paramount adiantou que o quarto filme da série teria o astro de Thor, Chris Hemsworth, interpretando George, o pai do capitão James Kirk. (AFP)

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CINEMA