Rodado em Cataguases, 'Redemoinho' é eleito melhor filme no FESTin 2018

Longa-metragem do mineiro José Luiz Villamarim foi o grande vencedor do festival. Diretor também recebeu prêmio de melhor realizador

por Estado de Minas 07/03/2018 12:19

Vitrine Filmes/Reprodução
Filme traz Irandhir Santos e Júlio Andrade nos papéis principais (foto: Vitrine Filmes/Reprodução)
O filme Redemoinho, dirigido por José Luiz Villamarim, foi o grande vencedor da nona edição do FESTin, evento que premia os melhores profissionais em filmes de língua portuguesa. A premiação foi realizada nessa terça-feira (6), no Cinema São Jorge, em Lisboa, Portugal.

 

Baseado no livro O mundo inimigo: Inferno provisório vol. 2, de Luiz Ruffato, o longa-metragem é ambientado em Catagueses, no interior de Minas Gerais. A história narra o reencontro entre dois amigos na véspera de Natal, que relembram angústias e alegrias vividas. O elenco traz Irandhir Santos, Júlio Andrade, Dira Paes, Cássia Kis e Inês Peixoto.

  

Nome de peso na TV brasileira - onde dirigiu Avenida Brasil, Justiça, Nada será como antes, entre outros sucessos -, José Luiz Villamarim também foi eleito o melhor realizador. Outros premiados foram os filmes Como nossos pais, de Lais Bodanzky - eleito melhor filme pelo voto popular -, além de Açúcar, de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira, e Mulher do pai, de Cristiane Oliveira, que recebeu menção honrosa.

 

Confira a lista completa de vencedores do FESTin 2018:


Categorias de longa-metragem:
Melhor longa-metragem: Redemoinho, de José Villamarim
Melhor realizador: José Luiz Villamarim, por Redemoinho

Melhor atriz: Grace Passô por Praça Paris

Melhor ator: Marat Descartes por Mulher do pai

Melhor filme – júri da crítica: Açúcar de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira
Menção honrosa de longa-metragem – júri da crítica: Mulher do pai de Cristiane Oliveira
Melhor filme – júri popular: Como nossos pais de Laís Bodanzky

Categorias de curta-metragem:
Melhor curta-metragem: A gis, de Thiago Carvalhaes
Menção honrosa de curta-metragem: África na Europa, de Atcho Express; e Carga, de Luis Campos
Melhor curta-metragem – júri popular: Hospital da memória, de Pedro Paula de Andrade

Categorias de documentário:
Melhor documentário: Saudade, de Paulo Caldas
Menção honrosa de documentários: Serviçais das memórias à identidade, de Nilton Medeiros
Melhor documentário – júri popular: Serviçais das memórias à identidade, de Nilton Medeiros

Categoria Infanto-Juvenil:
Melhor filme – júri popular infantil: Como surgiram as estrelas, de Renato Barbieri e Adriana Meirelles

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CINEMA