Filme mineiro Baronesa é premiado em Havana

Longa de Juliana Antunes foi escolhido como o melhor documentário pelo júri. Outro três brasileiros ganharam prêmios

por Estado de Minas 19/12/2017 09:40
Baronesa / Facebook / Divulgação
Filme mistura realidade com ficção em história passada na periferia de BH (foto: Baronesa / Facebook / Divulgação )

Vencedor da Mostra Aurora no Festival de Tiradentes deste ano, o docudrama Baronesa segue sua jornada vitoriosa em internacionais. O filme da diretora Juliana Antunes foi premiado no Festival de Havana, encerrado no último domingo (17/12), na categoria Melhor longa Documental.


Em novembro, Baronesa venceu a Mostra Competitiva Latina, no Festival de Mar del Plata, na Argentina. Em julho, Baronesa já havia levado o prêmio do júri popular no Festival de Marselha, na França. Filmado na Vila Mariquinha, na Zona Norte de Belo Horizonte, o filem mostra a história real de Andreia, que é obrigada a deixar a comunidade onde vive por conta do tráfico de drogas. A produção esteve em cartaz em BH, recentemente, dentro da programação do Forum.doc.

 

Em Havana, Baronesa se juntou a outras três produções brasileiras premiadas. Joaquim ganhou Melhor Música Original, Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor, levou o Prêmio SIGNIS, voltado para a causa humanitária, enquanto Zama, coprodução de Brasil e Argentina, ficou com Melhor Dreção, Som e Direção de Arte, além do Prêmio da Crítica, votado pela Federação Internacional de Imprensa Cinematográfica (Fipresci).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA