Longa 'O acampamento' traz um thriller fragmentado e se distancia do óbvio

Filme de estreia de Damien Power chega aos cinemas nesta quinta-feira, 31, e conta com uma narrativa que se aproxima do cinema de terror

por Mariana Peixoto 31/08/2017 09:20
Cineart Filmes/Divulgação
Damien Power estreia na direção de longas com a condução segura de uma trama fragmentada que envolve dois casais, o bandido Chook (Aaron Glenane) e seu comparsa. (foto: Cineart Filmes/Divulgação)
Jovem casal apaixonado vai passar o réveillon acampado numa mata em frente a um lago. Não é preciso muita imaginação para saber que o cenário idílico será também o palco de uma barbárie. O que a produção australiana O acampamento – longa-metragem de estreia de Damien Power que chega nesta quinta, 31, aos cinemas brasileiros – faz não é novo.

Mas a direção segura de Power garante um thriller (que mais de uma vez esbarra no cinema de terror) distante dos sustos óbvios. O grande mérito é da própria narrativa, fragmentada. O acampamento conta a história de três grupos de pessoas. A do casal protagonista, Ian (Ian Meadows) e Samantha (Harriet Dyer), ele médico, ela escritora, abre a trama.

Os dois chegam ao local onde vão passar o ano-novo e descobrem que há uma outra barraca ali. Não leva muito tempo para verem que está vazia. Ficam se perguntando o que houve com as pessoas que a ocupavam. A tensão vai sendo construída aos poucos – na primeira meia hora de filme, nada realmente acontece.

Paralelamente ao tempo presente, acompanhamos, no passado, a família que ocupou a tal barraca nos dias anteriores ao seu desaparecimento. Pouco a pouco, assistimos ao que ocorreu com eles ao se encontrarem com a dupla de arruaceiros Chook (Aaron Glenane) e German (Aaron Pedersen). De beberrões a baderneiros eles vão se revelando verdadeiros psicopatas. E a violência explode, de maneira realista, sem qualquer artifício.

Na parte final, quando as histórias se unem e temos a narrativa exclusivamente no presente, não resta nada mais do que matar ou morrer. E Power filma a tentativa de sobreviver, de heróis e vilões, de maneira seca, sem glorificar vida ou morte. Diante disso, o terror é ainda maior. 
 
Abaixo, confira o trailer de O acampamento:
 
 
 
 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CINEMA