Atores terão competição acirrada no Oscar 2014

Cate Blanchett, Leonardo DiCaprio, Sandra Bullock, Matthew McConaughey e outros disputam estatuetas

por Carolina Braga 02/03/2014 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paris Filmes/Divulgação
O ator Leonardo DiCaprio tem sua melhor parceria com Martin Scorsese (foto: Paris Filmes/Divulgação )
Será que, finalmente, a vez de Leonardo DiCaprio levar a estueta para casa chegou? A indicação pelo papel do histérico Jordan Belfort, em O Lobo de Wall Street, já é a quarta da carreira do ator. Em 1994, ele estreou concorrendo como coadjuvante em Aprendiz de sonhador, mas perdeu para para Tommy Lee Jones (O fugitivo). Em 2005, bom tempo depois do fenômeno Titanic (1997), concorreu como protagonista por O aviador, mas o Oscar foi para Jamie Foxx, por Ray. Dois anos depois, a novela se repetiu: DiCaprio bateu na trave com Diamante de sangue, perdendo para Forest Whitaker (O último rei da Escócia). Pelo conjunto da obra ele já merecia. Mas não seria só por isso. Martin Scorsese deve muito do sucesso de O Lobo de Wall Street à entrega do ator.

Feita a defesa de DiCaprio, é hora de lembrar que tudo seria fácil para ele se não tivesse pela frente Matthew McConaughey, em momento iluminado da carreira. O ator que recentemente andou caminhando descalço pelas ladeiras do Bairro Anchieta, em Belo Horizonte, não mediu esforços físicos – emagreceu 20kg – e dramatúrgicos para defender seu Ron Woodroof em Clube de compras Dallas. É a primeira nomeação ao grande prêmio da indústria de Hollywood que recebe. Chega respaldado com vitórias no Globo de Ouro e no Screen Actors.

Se é que pode haver dúvidas entre os atores, entre as atrizes o jogo é quase certo: é a vez de Clate Blanchett. Nem mesmo as recentes denúncias de Mia Farrow contra o diretor Woody Allen, com a habitual onda de exploração por parte da imprensa, são capazes de empanar o brilho da estrela de Blue Jasmine. É a quinta nomeação que recebe, sendo a terceira à categoria de melhor atriz. Detalhe: nas outras duas interpretou a rainha Elizabeth.

É uma pena para Amy Adams. Ela de fato rouba a cena em Trapaça e já vai somando a quinta indicação. O mesmo vale para Sandra Bullock. O que seria de Gravidade sem ela? A atriz praticamente sola na ficção científica de Cuarón. E Meryl Streep? Figurinha fácil na cerimônia, defende sua 17ª indicação e deverá permanecer com a marca de três vitórias por A dama de ferro (2012), A escolha de Sofia (1982) e Kramer vs. Kramer (1979).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA