Mostra de Cinema Permanente volta ao Cine Humberto Mauro

Curta Circuito coloca em cartaz clássicos da história do cinema nacional

por Estado de Minas 12/05/2013 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Curta Circuito/Divulgação
'Sangue quente em tarde fria', filme de 1970 de Fernando Coni Campos e Renato Neumann, será exibido nesta segunda-feira, 13 (foto: Curta Circuito/Divulgação )
O Curta Circuito – Mostra de Cinema Permanente está de volta. Tem sua sessão de abertura nesta segunda-feira, 13, às 19h, no Cine Humberto Mauro do Palácio das Artes com novidades. Agora, as mostras passam a ser quinzenais. Dessa forma, as programações serão organizadas bimestralmente, com direito a um libreto informativo. A publicação reúne mais que as informações sobre os filmes, debates, locais de exibição. Será também, de acordo com os realizadores, espaço rico em reflexões sobre as obras exibidas.
 
Os textos, assinados por críticos, especialistas e pesquisadores, entre outros, permitirão aprofundar a análise sobre as obras. Também este ano o Curta Circuito anuncia o investimento em recuperação de obras, caso de Tostão, a fera de ouro, de Paulo Laender e Ricardo Gomes Leite, que ganha exibição no dia 24.
 
A mostra de abertura da edição 2013, a Clássicos BR, exibirá obras de realizadores com lugar marcado na história do cinema brasileiros filmes que foram fundamentais para composição da tradição e da memória cinematográfica no país. O longa escolhido para reabertura é 'Sangue quente em tarde fria' (RJ, 1970). Obra de Fernando Coni Campos e Renato Neumann, RJ, conta a história de Dilma e sua filha, que são forçadas a dar cobertura, em seu carro, a um assaltante de banco perseguido pela Polícia Rodoviária. Os perigos da aventura aproximam Dilma e seu chofer e, quando o assaltante é preso, resta a ela comunicar ao marido o pedido de desquite.
 
A exibição será seguida de debate com Luis Abramo (filho de Fernando Coni Campos) e Ewerton Belico. A entrada é franca, a capacidade da sala é para 136 pessoas e Sangue quente em tarde fria não é recomendado para menores de 16 anos.


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA