Mostra reúne trabalho de Cao Guimarães em São Paulo

Diretor mineiro ainda fará workshop para 20 pessoas no local

28/03/2013 08:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
(Juarez Rodrigues/EM/D. A Press)
(foto: (Juarez Rodrigues/EM/D. A Press))
'Ver é uma fábula – Mostra de Cao Guimarães' entra em cartaz hoje no Itaú Cultural, em São Paulo, e permanece até 1º de junho. Moacir dos Anjos, curador, e Marta Bogéa, arquiteta da exposição, seguem o rastro inquieto do artista e oferecem mostra inusitada, em que nenhuma obra é apreciada de forma estática. Os 21 vídeos, filmes e fotografias – estas apresentadas em slide show – movimentam-se constantemente, criando espécie de coreografia audiovisual temporal e espacial.

A mostra se estende ainda a um ciclo de filmes exibidos na sala Itaú Cultural. O artista também faz workshop com participação do grupo O Grivo, cuja música tem forte presença em sua obra, e que também faz apresentação no espaço. Todos os trabalhos já foram vistos isoladamente em exposições nacionais e internacionais, mas é a primeira vez que estão juntos. O nome da mostra foi tomado emprestado do livro 'Catatau', de Paulo Leminski, no qual a noção de que “ver é uma fábula” implica o poder particular de cada um para formatar as suas histórias.

De 9 a 11 de maio (das 14h às 17h30), Cao Guimarães fará workshop para 20 pessoas no local. Com informações da trajetória pessoal, traça um panorama histórico das obras e com base nos trabalhos expostos e em outras obras fala da relação entre seu cinema e as artes plásticas. No dia 10, haverá participação especial d’O Grivo comentando a construção das trilhas nos filmes. Formado por Nelson Soares e Marcos Moreira, o grupo mineiro trabalha com a pesquisa de fontes sonoras acústicas e eletrônicas, com a construção de máquinas e mecanismos sonoros.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA