'Argo' vence Oscar de Roteiro Adaptado e Tarantino conquista prêmio de Roteiro Original por 'Django livre'

Filme baseado em memórias de agente da CIA e western exótico conquistaram a Academia

por Fernanda Machado 25/02/2013 01:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sony Pictures/Divulgação
Faroeste deu a Tarantino seu segundo Oscar na categoria de Roteiro Original (foto: Sony Pictures/Divulgação)
A transformação do livro de memórias de um agente da CIA no longa-metragem 'Argo' rendeu a Chris Terrio o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado neste domingo, 24. Além das experiências pessoais do oficial Tony Mendez, Terrio também se baseou em um artigo publicado em uma revista para escrever a trama conduzida por Ben Affleck, que conquistou boa parte dos prêmios mais importantes do cinema na temporada.

Já na categoria dos scripts criados diretamente para o cinema, os conflitos históricos de 'Django livre' levaram a melhor pelo júri da Academia. Quentin Tarantino celebrou seu Oscar de Melhor roteiro Original com discurso de autoapreciação, ressaltando a força dos personagens que criou e destacando que seus filmes mais antigos ainda são valorizados. O cineasta já havia conquistado a estatueta na mesma categoria por 'Pulp fiction', em 1994.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA