Animação russa 'O reino gelado' oferece temas adultos em narrativa para crianças

Longa chega aos cinemas de Belo Horizonte nesta sexta-feira, 22

por CorreioWeb 22/02/2013 15:55

Reprodução / WizArt animation
Animação aborda temas 'gélidos' como ódio, lealdade e respeito (foto: Reprodução / WizArt animation)
Em meio a um mercado concentrado em animações feitas pelos grandes estúdios norte-americanos, estreia no Brasil uma produção do gênero vinda da Rússia, 'O reino gelado'. Na trama, uma bruxa captura o último feiticeiro da Terra e sua esposa, congelando-os para sempre. O mágico deixou dois filhos, Kai (dublado no original russo por Marianne Miller) e Gerda (Anna Shurockina). Anos depois, os garotos moram no mesmo horrível orfanato de Saint Peter, sem saber dos laços familiares que os unem. A chegada de um troll enviado pela malvada faz com que os irmãos percebam o terror da história familiar. Isso os leva a reagir contra os desmandos da feiticeira.

O bicho de estimação de Gerda, o furão Luta, o troll (aos poucos transformado em um aliado) e a herdeira do bruxo Vegard iniciam jornada para derrotar a feiticeira. No meio da batalha, a garota ajuda a unir uma família real separada e ensina a compaixão a um grupo de piratas. São muitos temas adultos correndo em frentes diferentes: lealdade e respeito são os contrates ao discurso de ódio perpetrado pela bruxa. A história acontece em ritmo pouco mais lento que as narrativas produzidas em Hollywood. Esta é, como o nome indica, uma narrativa gélida, feita para crianças mas composta por temas adultos.

 

Assista ao trailer de 'O reino gelado':

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA