Curta-metragem é conduzido pela imaginação de criança de seis anos

Diretora levou para a tela tudo o que o pequeno Asa Baker-Rouse inventou durante conversa

por Bossuet Alvim 06/02/2013 19:08

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Vimeo/Reprodução
Asa Bear e Toby, o urso e o rato inventados pelo garoto, protagonizam aventura despretensiosa (foto: Vimeo/Reprodução)
Uma criança de seis anos inventa os personagens e decide seus atos em um curta-metragem que acompanha o ritmo da imaginação. A ideia foi de Bianca Giaever, uma videomaker universitária do estado de Vermont, nos EUA, que convidou o garoto Asa Baker-Rouse para ditar o que ela deveria filmar.

 

Na abertura do vídeo de pouco menos de oito minutos, a jovem pergunta à criança: "você tem alguma história que gostaria de ver em um filme?". E Asa responde com uma série de situações abstratas, cheias de imaginação e traduzidas pelas imagens que Giaever leva à tela.

Vimeo/Reprodução
Frutos da imaginação de Asa tomam a tela, como o biscoito-piano (foto: Vimeo/Reprodução)
Os personagens de Asa são um urso que leva o nome do roteirista mirim e seu amigo, um rato chamado Toby. À medida em que ele descreve a dupla, cenas de dois atores usando fantasias de animais são exibidas. Depois de se divertir em uma piscina, os bichos têm que ir embora quando chega a hora em que o local encerra as atividades. A ideia da sequência, como a criança explica, é que "você não precisa realmente ir embora quando um lugar está fechando, porque aí você tem que esperar para voltar lá".

 

Em seguida, Asa conta a Bianca como ele faz para se livrar das situações em que se sente assustado. O pequeno condutor do curta explica à amiga que "quando você estiver com medo de algo, lembre-se se que o assustador tem medo de coisas que você gosta". E dá exemplos: "eu estava com medo de um monstro e pensei em pizza e suco e biscoitos", ele conta. "Depois eu comi todos os biscoitos e um pouco de leite, e o biscoito tinha o formato de um piano, quer dizer, de um teclado", complementa o garoto.

Além da direção quase poética de Bianca Giaever, que concretiza as variações da imaginação de Asa em imagens doces e edição delicada, a produção independente também conta com trilha sonora de Graeme Daubert. Além da música incidental, o artista criou canções que transformam em versos algumas das frases na história inventada pelo menino.

Assista ao curta-metragem de Bianca Giaever conduzido pelo menino Asa Baker-Rouse:

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA