Mostra de Cinema transforma rotina de Tiradentes há 16 anos; conheça a relação dos moradores com o evento

Cidade de sete mil habitantes se transforma em capital do cinema independente uma vez por ano; imagens exclusivas do Portal Uai revelam como a Mostra interage com cenário histórico

por Fernanda Machado 25/01/2013 13:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Portal Uai/Reprodução
Beleza bucólica da cidade histórica é cenário para exposição de produção independente do Brasil (foto: Portal Uai/Reprodução)
A pequena Tiradentes, joia histórica dentre as cidades mineiras que margeiam a Estrada Real, é cenário de uma transformação que acontece todos os anos, desde 1996. A Mostra de Cinema leva aos sete mil habitantes seus turistas e artistas, anualmente, e concentra nas ruas calçadas de pedra antiga o que há de mais promissor na produção independente brasileira. Espaço para discussão, reflexão da arte e lançamento de obras que vão marcar o resto do ano nas exibições pelo país, o município de arquitetura majestosa e gente simples ganha ares de capital da sétima arte por uma semana e pouco mais.

 

Quem nasce e cresce na cidade já é acostumado à presença de visitantes, mas se deixa levar de uma forma diferente pela realização do festival. Naqueles dias, a atração principal está além das telas de projeção, fica em volta da plateia e debaixo dos passos de estrangeiros por vielas e becos. Tiradentes transmite arte, criação, orgulho de realização nestes nove dias da 16ª Mostra; uma impressão traduzida pelas imagens de Maíra Cabral, com edição de Luís Henrique Evo e trilha sonora de Rafael Martini.

 

Assista ao vídeo:

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA