Amanhecer - parte 2 já levou mais de 10 milhões de espectadores aos cinemas no Brasil

É o filme mais visto da saga no país

01/01/2013 07:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paris Filmes
(foto: Paris Filmes )


A saga Crepúsculo: Amanhecer – parte 2 bateu a marca dos 10 milhões de espectadores e é o filme mais visto da saga no país. O recorde anterior era de Amanhecer – parte 1, que levou 7,1 milhões de pessoas aos cinemas. Amanhecer – parte 2 estreou em 15 de novembro em mais de 1,2 mil salas e bateu recorde no primeiro dia em cartaz, levando 1 milhão de espectadores aos cinemas no Brasil. Em Belo Horizonte, o filme continua em exibição em nove salas.

No longa, com direção de Bill Condon, depois de dar à luz a Renesmee (Mackenzie Foy), Bella Swan (Kristen Stewart) se torna vampira. Se a maternidade já assusta muita gente, Bella terá uma dificuldade a mais, vai ter que se acostumar com seus novos poderes. Entre os problemas que enfrenta, terá que lidar com o fato de que Jake (Taylor Lautner), seu melhor amigo, teve um imprinting com a filha. É que, como são muito ligados, ele participa de perto do (rápido) desenvolvimento de Renesmee, e se aproxima cada vez mais da família Cullen. Enquanto isso, Aro (Michael Sheen) é informado por Irina (Maggie Grace) de que Renesmee nasceu e tem poderes raros, o que a tornaria uma ameaça em potencial para o futuro dos Volturi. A trama se move, então, em torno de um plano deles para eliminar a garota.

No primeiro fim de semana de estreia em todo o mundo, o filme arrecadou US$ 340,9 milhões, o que fez com que o estúdio Lionsgate ultrapassasse, pela primeira vez, o faturamento de US$ 1 bilhão num único ano, tornando-se um grande estúdio e não mais uma produtora independente. Antes disso, os quatro primeiros filmes da Saga crepúsculo haviam conquistado fortuna para o estúdio Summit Entertainment, praticamente desconhecido quando lançou o primeiro filme, em 2008. No início de 2012, o Summit foi comprado pela Lionsgate em transação que ultrapassou os US$ 400 milhões.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA