Cineasta português completa 104 anos e quer filmar Machado de Assis

Manoel de Oliveira, o mais velho dos diretores em atividade, se prepara para filmar A igreja do diabo, inspirado no autor

por AFP 11/12/2012 16:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO / VALERY HACHE
(foto: AFP PHOTO / VALERY HACHE )
O mais velho dos cineastas em atividade, o português Manoel de Oliveira, comemora nesta terça-feira, 11, 104 anos ainda trabalhando, apesar de seus problemas de saúde e dificuldades para obter meios financeiros para seus novos projetos. Registrado em 12 dezembro de 1908, na cidade do Porto (norte), o cineasta na realidade nasceu no dia 11 e sua família deve se reunir nesta terça, 11, para comemorar o aniversário. Hospitalizado durante uma semana em julho em função de problemas pulmonares, o idoso diretor se encontra bem, mas sob observação médica principalmente por causa do tempo frio. "Ele continua a trabalhar em casa", afirmou sua filha, Adelaide Maria Trêpalle, explicando que seu pai terminou o roteiro de seu próximo filme, A igreja do diabo, inspirado em Machado de Assis. A igreja do diabo está em fase de pré-produção, procurando financiamento", afirmou, por sua vez o produtor Luis Urbano, da sociedade O Som e a Fúria. "Estamos à procura de financiamento em outros países, inclusive no Brasil", afirmou, lamentando a situação dramática do cinema português.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA