O Hobbit é exibido em cinema na Nova Zelândia com a presença do elenco

Cem mil fãs compareceram à pré-estreia do longa em Wellington na quarta, 28

por AFP - Agence France-Presse 29/11/2012 17:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO / Marty Melville
Peter Jackson e elenco apresentaram primeira exibição de O Hobbit em Wellington (foto: AFP PHOTO / Marty Melville )

Enfeitada com as cores da Terra Média, Wellington estendeu o tapete vermelho, na quarta-feira, 28, para Martin Freeman, Cate Blanchett e outros, que vieram para o lançamento do primeiro filme das aventuras de O Hobbit, cuja pré-estreia mundial atraiu multidões de fãs fantasiados de Bilbo Bolseiro, Gandalf ou Gollum. Veja imagens de O Hobbit! Leia mais: Nova Zelândia aposta em O Hobbit para reaquecer o turismo Personagens de olkien estampam moedas comemorativas na Nova Zelândia Estátua gigante de Gollum homenageia obra de Tolkien em aeroporto Peter Jackson apresenta personagens de O Hobbit: Uma jornada inesperada A exibição de O Hobbit: uma jornada inesperada, o primeiro capítulo de uma trilogia filmada nas fantásticas paisagens da Nova Zelândia, começou às 19h (4h no horário de Brasília), no Embassy Theatre de Wellington, na Nova Zelândia. Além de Cate Blanchett (Galadriel) e Martin Freeman (Bilbo), Elijah Wood (Frodo), Barry Humphries (o Grande Goblin) e Hugo Weaving (Elrond) passaram pelo tapete vermelho sob os aplausos de 100 mil fãs. "Tem-se a impressão de que toda Wellington veio se encontrar aqui, é extraordinário", exclamou Elijah Wood. E o clamor redobrou pelo filho nativo, o diretor Peter Jackson. "É muito emocionante e comovente", disse sobriamente Jackson, conhecido por sua economia de palavras. "É como se o seu mundo tivesse virado de cabeça para baixo". O canadense James Cameron, diretor dos dois filmes mais lucrativos da história do cinema - Avatar e Titanic, com um faturamento somado de 5 bilhões de dólares - também estava presente. Para ele, O Hobbit, filmado em uma frequência de 48 quadros por segundo contra o tradicional 24 quadros/s, será o ponto de referência para filmes de alta definição, assim como Avatar se tornou para o 3D, apesar das críticas de que isso o tornou "artificial". "Às vezes você precisa de audácia para mudar as coisas", respondeu Cameron. Para Cate Blanchett, Peter Jackson está "incrivelmente livre". Enfeitado com cartazes gigantes e estátuas dedicadas ao mundo fantástico criado em 1930 pelo escritor britânico J.R.R. Tolkien, Wellington já havia entrado no clima de O Hobbit com um vídeo insparado na história e exibido pela companhia nacional em seus voos. "Eu estava esperando por isso há muito tempo, eu não teria perdido a festa por nada", comemorou Mia Ramsden, uma jovem espectadora que veio de Melbourne, Austrália, especialmente para o evento. A Nova Zelândia investiu na publicidade em torno do evento para promover no exterior o seu acolhimento e sua natureza espetacular. A trilogia anterior de Peter Jackson, O senhor dos aneis, chegou a quase 3 bilhões de dólares em receitas e recebeu 17 Oscars, gerando benefícios significativos para a indústria do turismo. Mas o país ainda sofre com a crise econômica mundial e o terremoto de Christchurch, que causou 185 mortes em 22 de fevereiro de 2011. O Hobbit: uma jornada inesperada será lançado no Brasil em 14 de dezembro. O segundo episódio será lançado em dezembro de 2013 e o terceiro episódio um ano depois, também durante as festas de final de ano. Os três filmes, que custaram meio bilhão de dólares, relatam as aventuras de Bilbo Bolseiro e de seus amigos anões e magos que tentam reconquistar o reino de Erebor do dragão Smaug. Assista ao trailer do primeiro filme da trilogia O hobbit:



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA