Exposição de filmes e vídeos no Palácio das Artes reúne obras do Instituto Itaú Cultural

por Estado de Minas 11/11/2012 11:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
EDER SANTOS/DIVULGACAO
Cinema, obra de Eder Santos que integra o acervo do Itaú Cultural, que estará em exposição na cidade (foto: EDER SANTOS/DIVULGACAO)
Obras do acervo do Instituto Itaú Cultural, realizadas nos últimos 50 anos, integram a exposição de filmes e vídeos que será apresentada na Galeria Alberto da Veiga Guignard do Palácio das Artes, de 22 deste mês a 6 de janeiro de 2013. Com curadoria do produtor cultural Roberto Moreira S. Cruz, a mostra reúne, pela primeira vez, trabalhos que compõem a coleção e revelam, por suas qualidades estéticas, a relevância da produção brasileira contemporânea de filmes e vídeos de artistas. A linha curatorial de Cruz traz dois temas: um abrange obras sensoriais, o outro foca o olhar cinematográfico. A primeira é formada por aquisições históricas das décadas de 1960, 1970 e 1980, em que as produções eram feitas em VHS, Super-8, 16mm e portapack. “Os próprios autores haviam se esquecido de grande parte desse material, como Homenagem a Steinberg – Variações sobre um tema de Steinberg: as máscaras Nº 1, obra de Nelson Leirner, que estava perdida em sua casa e da qual fizemos o restauro e a remasterização”, conta.

A segunda divisão joga o foco em obras contemporâneas realizadas a partir da década de 1990 aos dias atuais por nova geração de artistas. Eles trabalham com o audiovisual, têm inserção no mercado e também o usam como suporte para criar sons, imagens e linguagens muitos particulares. “Nesse caso, selecionamos os trabalhos com base na sua representação antológica e com base na forte questão mercadológica que representam atualmente”, conta o curador. Nessa categoria e por apresentarem modos originais de trabalhar, destacam-se criações de Eder Santos, Cao Guimarães, Brígida Baltar, Thiago Rocha Pitta, Sara Ramo e Luis Roque. “Não são obras expressamente cinematográficas e o tempo da projeção pode ser indeterminado, o filme pode não ter início, meio ou fim, mas todas apontam para o cinema em sua totalidade”, analisa Cruz.

FILMES E VÍDEOS DE ARTISTAS NA COLEÇÃO ITAÚ CULTURAL

De 22 deste mês a 6 de janeiro, de terça a sábado, das 9h30 às 21h; domingo, das 16 às 21h. Entrada franca. Informações: (31) 3236-7400.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA