Documentário brasileiro discute obesidade infantil como problema mundial

Muito além do peso coloca na berlinda os fatores relacionados ao sobrepeso de crianças

por Estado de Minas 08/11/2012 10:16

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Maria Faria Filmes/Divulgação
Documentário Muito além do peso terá pré-estreia em São Paulo no dia 12 (foto: Maria Faria Filmes/Divulgação)

A obesidade infantil, epidemia de proporções mundiais, é tema central de Muito além do peso, documentário dirigido por Estela Renner, com produção executiva de Marcos Nisti. A diretora ouviu prioritariamente as crianças e seus pais e as situou no contexto em que vivem, procurando entender o fenômeno. Exibido na 36ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, o filme tem pré-estreia no dia 12 de novembro, às 20h, na programação do Itaú Cultural para o Auditório Ibirapuera. A partir do dia 16, entra em circuito comercial nos Espaços de Cinema Itaú-Unibanco, em São Paulo.

Também em cena, renomados especialistas brasileiros e internacionais da medicina, nutrição, direito, psicologia e publicidade, entre outros, que abordam as causas e consequências do mal enfocado. Entre os 23 entrevistados, Jamie Oliver, o famoso chef da Inglaterra, e Enrique Jacoby, médico da Organização Mundial de Saúde, mestre em nutrição e saúde pública pela Universidade Johns Hopkins.

Maria Faria Filmes/Divulgação
(foto: Maria Faria Filmes/Divulgação)
Com boa base de dados numéricos, o filme (com montagem de Jordana Berg, produção da Maria Farinha Filmes e patrocínio do Instituto Alana) constrói painel amplo e reflexivo sobre a questão. Para colorir e sonorizar o problema com histórias e personagens reais, a equipe percorreu as cinco regiões do país, mergulhou em diferentes realidades sociais, e entrevistou especialistas do Brasil, América Latina, Estados Unidos, Europa e Ásia. São histórias de crianças, pais, professores e médicos que emocionam, chocam, informam e alertam sobre a obesidade. Recheada por dados numéricos, o filme constrói um painel amplo e reflexivo sobre a questão.

Na segunda-feira, depois da exibição, haverá debate com o público, com a participação de Ann Cooper, educadora e diretora do School Food Project; Frei Betto; Amélio Matos, chefe do serviço de Metabologia do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia, e a própria diretora.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA