Kirsten Dunst admite que foi difícil chegar aos 30, mas garante que não sofre mais

Atriz comentou pressão da idade em entrevista e se desembaraçou da imagem de sua nova personagem, balzaquiana invejosa do casamento de uma ex-colega

por Bossuet Alvim 29/10/2012 17:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

REUTERS/Phil McCarten
(foto: REUTERS/Phil McCarten )
 

Para Kirsten Dunst, chegar aos 30 foi "estressante". A balzaquiana começou a carreira aos seis anos em um curta de Woody Allen (Oedipus wrecks em Contos de Nova York, 1989) e cresceu sob o olhar atento dos espectadores desde Entrevista com o vampiro (1994), quando deu vida à pequena Claudia. Agora, ao atingir a maturidade, a namorada do Homem-Aranha admite que precisou aprender a lidar com a pressão do aniversário de três décadas.

BCDF Pictures/Divulgação
Atriz dá vida a personagem invejosa (foto: BCDF Pictures/Divulgação)

 

Veja Kirsten em Quatro amigas e um casamento

 

"Completar 30 anos foi estressante, mas eu parei de pensar a respeito e agora me sinto exatamente como me sentia aos 29", comentou a atriz em entrevista à revista alemã TV Spielfilm. Em Quatro amigas e um casamento, que chega às salas brasileiras em 30 de novembro, ela interpreta uma solteira recém-saída da juventude que é convidada para ser dama de honra no casamento de uma das meninas de quem ela costumava zombar no colégio. Na entrevista, Kirsten garante que não é tão invejosa quanto sua personagem no longa. "Eu acredito que depende de quão feliz você é consigo e do que você viveu. Eu fiquei muito feliz quando minha melhor amiga ficou noiva", ela afirma. Para a própria vida, a estrela assume que tem planos, mas não se apressa. "Quero ter filhos e me casar um dia", declara.

 

Assista ao trailer do filme:



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA