Etnia da nova princesa da Disney gera polêmica

Origem da protagonista da animação para a televisão Sofia primeira é alvo de discussões e controvérsias

por AFP - Agence France-Presse 26/10/2012 14:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação / Disney
(foto: Divulgação / Disney)
Sofia deveria ser a primeira princesa latina da Disney, mas a diversidade americana mostrou ser mais complexa: uma coalizão hispânica protestou porque a personagem "não parece latina", a produtora, por sua vez, negou esta origem, enquanto que as duas partes foram acusadas de racismo nas redes sociais. Um executivo da Disney, aparentemente descuidado, disse a um repórter durante a apresentação para a imprensa da animação para televisão Sofia the first, que a princesa era latina. Quando a revista Entertainment Weekly publicou a manchete "A primeira princesa latina da Disney?", a Coalizão Nacional de Mídia Hispânica (NHMC) reclamou: "a princesa é branca, tem olhos azuis e cabelo castanho!" "Precisamos de mais heróis que sejam identificáveis", declarou Alex Nogales, presidente da NHMC, à Fox News Latina. "Se vão promover os latinos para o público, façam um favor e desenhem uma verdadeira latina". Esse comentário provocou uma onda de críticas nas redes sociais, de latinos que reclamavam o direito de ser branco, ter olhos azuis e cabelo de qualquer cor. "Meu filho é loiro e tem olhos azuis e é latino. Ele ficaria incomodado se alguém dissesse o contrário. Só porque não confirma os estereótipos que as pessoas têm sobre os latinos, isto não faz (da princesa Sofia) menos latina. É insultante", escreveu uma usuária do Facebook, Mandy Verdugo, no mural da pequena princesa. Já outros defenderam a posição da NHMC, como Julie Holdridge, que postou: "Espero que um dia haja uma princesa latina que faça a minha filha sentir que a Disney fez uma princesa como ela". Alguns internautas lembraram que a atriz Cameron Diaz é cubana e outros alegaram que a Disney nunca produziu uma princesa hispânica, depois de ter criado uma negra (Tiana), uma indígena (Pocahontas), uma árabe (Jasmim) e uma chinesa (Mulan). Nos Estados Unidos vivem 52 milhões de latinos, que, de acordo com o Centro Selig para o Crescimento Econômico, têm um poder de compra de um trilhão de dólares por ano. A Disney apressou-se a negar que a princesa branca, que segundo muitos latinos não atende aos requisitos de uma princesa hispânica, fosse latina."Alguns viram as reportagens sobre se Sofia é ou não é uma princesa latina", disse Nancy Kanter, vice-presidente de programação da Disney Junior. "O importante é que Sophia é uma menina de um conto de fadas em um mundo de conto de fadas". "Todos os nossos personagens vivem em uma terra de fantasia que pode refletir elementos de várias culturas e etnias, mas nenhum é projetado para representar culturas do mundo real", acrescentou Kanter em um comunicado. Na terça-feira, 23, Alex Nogales aceitou essa resposta e, após reunião com Kanter, escreveu: a executiva "nos disse que 'Sofia a Primeira' não é uma personagem latina e que o produtor do programa de televisão havia cometido um erro". A Entertainment Weekly publicou que Jamie Mitchell, produtor executivo de Sofia the first, respondeu que a princesa era latina quando perguntado por que a mãe da personagem, Miranda, era mais escura. Depois da Disney desmentir o fato, Craig Gerber, roteirista da história, acrescentou um novo elemento, segundo o qual "a mãe é originária de um reino encantado inspirado na Espanha". A voz da princesa multiétnica será a de Ariel Winter (Modern Family) e sua mãe a de Sara Ramírez, atriz hispânica de Grey's Anatomy. Sofia the First, uma história para crianças que dificilmente vão encrencar com a cor da princesa, estreará no dia 18 de novembro na televisão e sua série animada será lançada em 2013.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA