Bruce Willis não é o único atrativo de Looper - Assassinos do futuro

Ficção que se passa em 2042 estreia nesta sexta-feira em BH

28/09/2012 09:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
DMG Entertainment/Divulgação
(foto: DMG Entertainment/Divulgação)
Com surpreendente boa nota em sites de cinema internacionais, Looper – Assassinos do futuro estreia no Brasil tendo o nome de Bruce Willes como o principal atrativo. Porém, pelos comentários que circulam na rede, o conjunto da obra, principalmente as surpresas que o roteiro reserva, tem cativado bastante. Veja mais fotos do filme Confira os horários dos filmes
A trama dirigida por Rian Johnson se passa em 2042, quando as viagens no tempo não seriam mais coisas de filmes de ficção. Apesar de possíveis, as visitas ao futuro não são exatamente liberadas.
 
Na verdade, estão disponíveis apenas no mercado negro. É a máfia que usa e abusa da tecnologia, buscando no futuro as pessoas que deseja eliminar. O nome do filme refere-se justamente à maneira como são chamados os responsáveis por esses assassinatos. Joseph Gordon-Levitt (de 500 dias com ela) faz parte de uma organização do tipo. Porém, ao receber mais um serviço corriqueiro, descobre que o próximo alvo é a versão mais velha de si mesmo (Bruce Willis).
 
Looper – Assassinos do futuro caiu nas graças da crítica. Mark Adams, da Screen international, elogiou a dinâmica do filme ao chamar atenção para a complexidade da trama. Já Henry Barnes, do The gardian, destacou o jogo de gato e rato proposto pelo diretor e também as atuações de Willis e Gordon-Levitt. Peter Debruge, da revista americana Variety, comentou o acerto do roteiro ao misturar ação, romance e ainda humor negro, e isso resultar em filme reflexivo. Assista ao trailer do filme:


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA