Após polêmica, deputado desiste de pedir proibição do filme Ted

Protógenes Queiroz vai solicitar ao Ministério que mude a classificação etária para 18 anos

por Diário de Pernambuco 26/09/2012 13:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)

O deputado Protógenes Queiroz (PC do B-SP) desistiu de pedir a proibição do filme Ted, de Seth MacFarlane, que mostra um ursinho consumindo drogas. Protógenes vai solicitar ao Ministério da Justiça que mude a classificação etária dos atuais 16 anos para 18 anos.

O deputado paulista usou sua conta no Twitter para criticar o filme norte-americano, que estreou na sexta-feira no Brasil, depois que levou o filho de 11 anos para assistir à produção e se disse “chocado” com as cenas. “Desculpas, mas esse filme é um absurdo”, postou, indignado, o deputado. O assunto repercutiu e entrou na lista dos Trending Topics no microblog. Segundo o político, o filme passa uma mensagem de quem consome drogas, não trabalha nem estuda pode se dar bem e ser feliz.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA