Desfile dos blocos caricatos de BH vai começar com atrasos por causa da chuva

Segundo a assessoria da Belotur, por causa da chuva e do grande número de foliões que acompanha os blocos de carnaval, o evento vai começar por volta das 20h

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Juarez Rodrigues/EM/D.A Press
Neste ano, nove agremiações vão desfilar pela Avenida Afonso Pena (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

O desfile dos blocos caricatos na Avenida Afonso Pena, no Centro de Belo Horizonte, vai começar com no mínimo uma hora de atraso. As nove agremiações começariam a percorrer a via às 19h, porém, segundo a assessoria da Belotur, por causa da chuva e do grande número de foliões que acompanham os blocos de carnaval e que seguem na região, o evento vai começar por volta das 20h.

Neste ano, os blocos caricatos vão disputar prêmios em dinheiro. O primeiro lugar ganhará R$ 25 mil, o segundo R$ 12,5 mil e o terceiro R$ 6,2 mil. Os jurados vão julgar os quesitos performance da bateria, o samba-tema, fantasias, alegorias e adereços. Cada bloco tem o tempo mínimo de 30 minutos e máximo de 40 minutos para realizar a apresentação. O primeiro desfile está marcado para começar às 19 horas.

O bloco Caricato Infiltrados de Santa Tereza será o primeiro a desfilar. O grupo foi fundado em 2009 por moradores da comunidade que dá o mesmo nome a agremiação. Neste ano, serão 130 integrantes divididos em quatro alas. O tema escolhido para o desfile é uma homenagem a Monteiro Lobato, autor do famoso Sítio do Pica-Pau Amarelo.

Já a Aflitos do Anchieta vai falar sobre a crise hídrica que atinge Minas Gerais. Com o samba enredo, “Aflitos conta a História de um Pescador”, o bloco vai para a avenida com 120 integrantes e mais de 70 destaques de chão. Ela será a segunda agremiação a desfilar.

Em seguida será a vez dos Estivadores do Havaí que vai levar uma história de terror para a Afonso Pena. O grupo tem 160 integrantes divididos em cinco alas. A agremiação tenta alcançar resultado melhor do que o ano passado, quando ficou em terceiro lugar.

O atual campeão do Carnaval de Belo Horizonte será o quarto a desfilar. O Acadêmicos da Vila Estela, criado no Aglomerado Santa Lúcia, vai homenagear a Bahia. Os mistérios, comida, religião e cultura do estado serão retratados pelos 200 integrantes, divididos em três alas.

Os Bacharéis do Samba vão apresentar o enredo “As várias faces do Abraço”, de Eliana do Salão, Fernando Junqueira Ribeiro, Ivo do Pandeiro, Nono do Santo Antônio e Paulo Feitosa. O bloco conta com 150 integrantes, entre passistas, ritmistas. Como alegoria principal, na frente do caminhão da bateria, uma réplica da nascente do Rio São Francisco.

Os Inocentes do Santa Tereza vão entrar na avenida para homenagear o Clube da Esquina que surgiu no bairro que dá nome a agremiação em 1980. O grupo desfilará com 180 integrantes divididos em 11 alas.

O mais antigo dos blocos caricatos de BH, o Corsários do Samba, fundado em 1961, apresenta o samba de Serginho BH “Ali Babá no Carnaval de BH”. Formado por 120 integrantes, o bloco, desde que foi criado nunca deixou de sair às ruas de BH, mesmo sem programação oficial de carnaval.

O Zoológico da capital mineira será o tema do desfile do bloco Academia do Samba Por Acaso. O grupo promete ir para a Avenida com 200 integrantes, divididos em seis Alas e 10 destaques de chão. O Por Acaso já conquistou o campeonato do grupo principal nos anos de 2010 a 2013.

O desfile será fechado pelos Mulatos do Samba. Fundado em 2008 o grupo reúne integrantes dos antigos blocos Mulatos do Carlos Prates (1953) e Demônios do Santo André (2000). Este ano, vem para a avenida com 180 integrantes, divididos em quatro alas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CARNAVAL