Em Salvador, motel vira camarote; em Pernambuco, musa indie e maracatu fazem a festa

TV pornô e brinquedos eróticos dão lugar a beliches e colchões de solteiro para receber famílias

por Estado de Minas 12/02/2013 09:32
Flora Pimentel/Divulgacao
Karina Buhr em show no Rec-Beat (foto: Flora Pimentel/Divulgacao )
A disputa por uma visão privilegiada dos artistas em Salvador (BA) é tão grande que os lugares mais inusitados viram camarote. Motéis no percurso do circuito Osmar são transformados em hospedagem para famílias durante os dias de festa. Itens como canais de TV pornô e brinquedos eróticos dão lugar a beliches e colchões de solteiro para receber até quatro famílias em um único quarto. Em dias normais, um pernoite custa em média R$ 180. Uma semana de festa em quarto para quatro pessoas chega a R$ 4 mil.

Musa indie em Recife
Ela é baiana, foi criada no Recife e hoje vive em São Paulo. Karina Buhr fez um dos grandes shows do Rec Beat, festival que acontece dentro do carnaval do Recife há 18 anos. Acompanhada dos guitarristas Edgard Scandurra e Fernando Catatau, entre outras referências do universo independente, apresentou sua já costumeira intensa performance de palco. Tocou músicas de seus dois álbuns solo. No público de 15 mil pessoas, muito marmanjo babando pela musa indie.

Cores de tradição
A festa no interior de Pernambuco começou cedo e multicolorida. Em Nazeré da Mata, a 71 quilômetros de Recife, no agreste, os canavieiros encantam os turistas e moradores da cidade com a tradicional festa do maracatu rural de baque solto. Com as lanças nas mãos e os cravos na boca, os participantes dançaram até o fim do dia. Ao todo, 31 grupos se apresentaram.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CARNAVAL