Cardápio literário mescla pizza com livros mineiros

Pizzaria cria projeto para incentivar e divulgar autores

Fernanda Gomes* 20/07/2020 08:01
Victor Schwaner/Divulgação
Sócios de pizzaria em BH resolveram incluir títulos de autores de autores mineiros entre as opções de delivery oferecidas aos clientes (foto: Victor Schwaner/Divulgação)

Pizzas, vinhos, sobremesas e... livros de autores mineiros. Esses são alguns dos itens que compõem o cardápio de delivery da Pizzaria Panorama, localizada no Bairro Floresta. A iniciativa faz parte do projeto Vitrine Independente de Editoras (VIES), que busca incentivar e divulgar livros de autores mineiros.

Por meio do Goomer (www.goomer.app/panorama-pizzaria/menu), o cliente pode escolher entre o combo pizza + livro, ou dois livros, e recebê-los em casa em até uma hora.

“É um universo superinteressante e rico. A ideia do projeto é justamente mostrar para a cidade uma cidade que a própria cidade não conhece. Tudo isso vai ajudando as pessoas a despertarem o interesse pela literatura local. Temos títulos maravilhosos, uma literatura expoente de pessoas que daqui a pouco vão estourar”, garante Lucas Brandão, sócio da Panorama e um dos idealizadores do VIES.

Para ele, essas ações ajudam a divulgar o trabalho de autores mineiros. “A ideia do projeto é justamente fomentar esse mercado e apresentar às pessoas o que é produzido aqui”, observa. Para ajudar nessa missão, Lucas pretende também lançar, em parceria com editoras e autores, um podcast mensal, ainda em planejamento.

Segundo Lucas, clientes que aderirem ao delivery só terão benefícios. “Primeiramente, vão apoiar empresas pequenas e locais. E esse ajuntamento de alimentação e literatura são duas formas de se nutrir. Você prestigia o (autor) local e coloca sabor na vida. Nessa quarentena, ficamos tão restritos de encontros, que temos de retirar prazer de outras partes, como da literatura e da gastronomia”, defende.

Para compor o cardápio, foi feita parceria com as editoras belo-horizontinas Crivo Editorial, Impressões de Minas Editora, Páginas Editora, Editora Aletria C’asa Edições e Grupo Editorial Letramento. “Quantos nomes da literatura a gente não perdeu por falta de oportunidade? Temos pessoas que escrevem muito bem e que só têm oportunidade de publicar por causa dessas editoras. Às vezes, o que precisamos é só de uma oportunidade”. Segundo Lucas, mais editoras devem se unir a equipe.

O cardápio literário será atualizado quinzenalmente. Nessa primeira fase, o projeto dispõe os livros Prana, de Jacqqueline Farid, Bichos vermelhos, de Lina Rosa, Cidade Papirus, de Wesley Matheus, Um quarto de abril, de Patrícia Franca e Performance da memória, organizado por Monica Toledo Silva. “A literatura é uma coisa que me fascina. A possibilidade de entrar em uma história que não é sua. E, apesar de não sermos personagens do livros, a gente se sente dentro dele, se assusta, se emociona”, descreve Lucas.

PLANTANDO


A proposta de unir gastronomia e literatura nasceu antes da pandemia. “O espaço (da Panorama) é grande, não ocupamos tudo. Conversando com os sócios, surgiu a ideia de abrir uma livraria física ali. Por causa da pandemia tivemos de dar uma pausa na pizzaria e no projeto. Mas depois decidimos começar com um delivery de pizza e veio a ideia de começar também um delivery de livros”, recorda Lucas.

Para ele, é preciso “plantar” livros e colher leitores. “Temos de seguir acreditando que daqui a pouco vamos sair dessa loucura (causada pela pandemia). E a literatura é uma forma de mudar a consciência das pessoas e fazer uma pequena revolução. O VIES tem esse objetivo, temos esse potencial”, defende.

*Estagiária sob a supervisão do subeditor Eduardo Murta

MAIS SOBRE ARTES-E-LIVROS