Virada 2019: Dançarinos se apresentam em cima de grade e no Pirulito da Praça Sete

A companhia de dança Mário Nascimento, que se apresenta no Palco Rio de Janeiro, explora todo o entorno em sua performance

por Flávia Ayer 20/07/2019 22:22
Gladyston Rodrigues/EM/D.A press
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A press)
Estar na Virada Cultural é caminhar pela Avenida Afonso Pena e, de repente, se deparar com uma pessoa dando piruetas no asfalto, outra subindo na grade e uma terceira em cima do monumento do Pirulito.
 
 
A bailarina Luciana Lanza, de 34 anos, assiste à apresentação extasiada. "É uma sensação de liberdade que te tira do lugar comum. De repente, tem uma pessoa na grade e a vontade é chegar mais perto, como se estivessem chamando todo o mundo a fazer arte", diz.
 
E, no domingo (21), é a vez de ela dançar, numa apresentação com a companhia Camaleão Grupo de Dança, também prevista para o Espaço Rio de Janeiro.
Gladyston Rodrigues/EM/D.A press
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A press)
 

MAIS SOBRE ARTES-E-LIVROS