Virada 2019: Bares da Avenida Amazonas esperavam público maior

Comerciantes dizem que o movimento 'está fraco' e culpam o frio pela frustração das expectativas. Mínima prevista para a noite é de 11 graus

por Flávia Ayer 20/07/2019 22:05
Gladyston Rodrigues/EM/D.A press
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A press)
No quarteirão fechado da Avenida Amazonas, entre as ruas Espírito Santo e Bahia, o gingado corre solto no Circuito de Samba Amazonas no início da noite deste sábado (20). O evento ocorre uma vez por mês e foi integrado à programação da Virada Cultural 2019.
 
Apesar da animação, o público estava reduzido. "Por enquanto, está fraco pra gente. E, com certeza, é frio, porque abaixou a venda de cerveja e aumentou a de destilado", afirma Mateus Hideki, gerente do restaurante Apetite, que aumentou em três horas o expediente dos garçons para atender ao público da Virada.
 
Na Estação Espetolândia, a projeção era de movimento maior. "Hoje está menos que o normal e, normalmente, com a Virada, tem mais cliente", comenta o gerente, Antônio Pereira, que escalou mais funcionários para este sábado.
 


MAIS SOBRE ARTES-E-LIVROS