Cirque de la Symphonie se apresenta com a Filarmônica de Minas Gerais nesta quarta em BH

Espetáculo traz atletas e artistas circenses em coreografias executadas com música clássica

por Ana Clara Brant 11/11/2018 09:30
Cirque de La Symphonie/Divulgação
(foto: Cirque de La Symphonie/Divulgação )

Os números e o estilo são mais contemporâneos, mas nem por isso a magia e a essência de um circo tradicional deixam de estar presentes. Pela primeira vez, o Brasil vai receber o Cirque de la Symphonie, companhia liderada pelo acrobata russo Alexander Streltsov e formada por artistas circenses e atletas olímpicos, que se revezam em diversos estilos, como malabarismo, contorcionismo, mímica e acrobacia. A trupe se apresenta em Belo Horizonte na próxima terça – os ingressos já estão esgotados – e na quarta (14), na Sala Minas Gerais.

“O Cirque de la Symphonie tem a honra de levar seu programa exclusivo para o povo de Belo Horizonte. O público geralmente inclui uma ampla gama de idades, como os que nos apoiam há longa data, bem como os jovens adultos e as crianças, que são atraídas pelo elemento circo, mas que talvez nunca tenham visto uma sinfônica ao vivo. Descobrimos que ambos os grupos estão agradavelmente surpresos com o poder da colaboração, enquanto ela se desenrola no palco – um deleite tanto para os olhos quanto para os ouvidos”, diz Alexander Streltsov.

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais se une ao Cirque de la Symphonie, executando grandes sucessos da música clássica, como trechos do balé O lago dos cisnes, de Tchaikovsky, e do Bolero, de Ravel. No dia 13, a regência é do maestro Fabio Mechetti, diretor-artístico e regente titular da Filarmônica de Minas Gerais. No dia 14, Marcos Arakaki, regente associado da Filarmônica, assume a batuta.

HONRA Mechetti conta que já trabalhou com o Cirque em outras duas ocasiões, mas diz que essa apresentação com a Filarmônica mineira será especial. “São artistas de uma excelência ímpar e para a gente será uma honra promover essa estreia deles no Brasil. É um concerto bem diferente de tudo o que a Orquestra Filarmônica já apresentou, mas certamente será uma oportunidade única para o público que já nos conhece e também para quem nunca veio.”

Streltsov explica que a companhia funde a arte do circo com a sinfonia por meio de elaboradas coreografias dos acrobatas executadas simultaneamente à performance da orquestra completa. “Esses dois trabalham juntos para se complementar, com os acrobatas atuando dentro de um espaço limitado no palco e no ar. O Cirque de la Symphonie é a única empresa do gênero que se apresenta exclusivamente com orquestras sinfônicas de todo o mundo, e o programa é cuidadosamente balanceado para apresentar tanto os artistas do circo quanto os músicos”, diz.

O acrobata russo diz que o repertório das apresentações em BH foi escolhido com muito cuidado, em colaboração com a Filarmônica, e os movimentos dos acrobatas estão perfeitamente sincronizados com a performance dos músicos. “Os espectadores ficarão maravilhados com a visão dos trapezistas voando, em um pano de fundo da orquestra completa”, aposta.

O Cirque de la Symphonie estreou com a Orquestra Sinfônica de Houston, em maio de 2006. “Todos os nossos artistas são profissionais consumados de todo o mundo e veteranos de produções de circo e entretenimento bem conhecidos. Eles passaram anos aperfeiçoando suas habilidades e isso inclui atletas olímpicos, vencedores de medalhas de ouro e campeões nacionais que agora adoram se apresentar com o poder de uma sinfônica ao vivo”, diz Streltsov.

Cirque de la Symphonie
Apresentação conjunta com a Filarmônica de Minas Gerais. Quarta (14), às 20h30. Regente: Marcos Arakaki. Sala Minas Gerais (Rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto). Ingressos:
R$ 120 (terraço e coro), R$ 200 (balcão palco); R$ 300 (balcão lateral e mezanino); R$ 350 (balcão principal e plateia central). Meia-entrada para estudantes, maiores de 60 anos, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência, de acordo com a legislação. Mais informações: (31) 3219-9000 e www.filarmonica.art.br.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE ARTES-E-LIVROS