Exposição, websérie e livro digital exibem a diversidade da fotografia

Exposição 'Quaresma e semana santa', em São João del-Rei, e websérie 'No olhar' mostram diferentes visões sobre a fotografia

por Mariana Peixoto 26/03/2018 09:12
Olívia Lombardi/Divulgação
Olívia Lombardi registra detalhes da celebração da Paixão do Senhor, tradição da sexta-feira santa em São Joao del-Rei. (foto: Olívia Lombardi/Divulgação)

Três projetos recentes apresentam diferentes olhares sobre a fotografia. Ainda que uma das iniciativas mostre fotos em seu suporte tradicional, o papel, as outras exploram esse universo de maneiras distintas. Em São João del-Rei, a exposição Quaresma e semana santa oferece um registro bastante autoral das celebrações que tomam conta da cidade histórica neste período – além da mostra, o projeto revela dois livros. No olhar, série no YouTube, reúne perfis de diferentes fotógrafos brasileiros. E o livro digital Mesmo sol outro, de dois artistas juiz-foranos, busca traçar relações entre a herança colonial entre o Brasil e a África.


NA FRENTE DA CÂMERA Walter Carvalho, Antônio Guerreiro, Márcia Charnizon e Luiz Garrido, artistas de gerações e estilos diferentes, são alguns dos convidados da segunda temporada da websérie No olhar. Iniciativa do paranaense Tiago Ferraz, o projeto, que chega à segunda temporada, apresenta perfis de fotógrafos. A cada segunda-feira é lançado um novo episódio. Nesta segunda-feira (26), estreia o programa dedicado à carioca Nana Moraes.

“Trabalho com audiovisual há 14 anos. Quando fui estudar fotografia na graduação e na pós, senti falta de um conteúdo mais conceitual. Então, ao começar o projeto, pensamos mais na linguagem do que na técnica. Tentamos buscar informações sobre o que um fotógrafo mais famoso não falou”, comenta Ferraz. Ele cita como exemplo a entrevista com Sebastião Salgado, realizada na primeira temporada. “Ele revelou bastante sobre a relação com a (mulher) Lélia e como ela influencia seu trabalho.”

 

 


A atual temporada terá 24 episódios. Um dos entrevistados é o veterano Flávio Damm. Aos 90 anos, o ex-fotógrafo da revista O Cruzeiro e criador da primeira agência do setor do país (a Image, em 1959) relata, com emoção, alguns momentos de sua carreira. “Gostaria, se pudesse, de voltar aos anos 1950 para fazer as mesmas coisas, feliz da vida. Não podia ter sido melhor”, conta. Damm tinha apenas 20 anos quando conseguiu um furo jornalístico: registrou, no fim dos anos 1940, Getúlio Vargas em seu autoexílio em uma fazenda no interior do Rio Grande do Sul.


A CELEBRAÇÃO DAS IMAGENS Desde 2013, três fotógrafos de São João del-Rei – Adrianna Neves, Júnior Viegas e Olívia Lombardi – registram as solenidades da quaresma e da semana santa na cidade histórica mineira. “No início, o trabalho visava atualizar o banco de imagens da Catedral do Pilar. Era uma fotografia mais documental”, conta Olívia.

 

Com o tempo, o trio percebeu que o acervo vinha ganhando força e passou a fazer imagens mais autorais. Cinco anos mais tarde, o projeto vem à tona com quatro braços: uma exposição no Centro Cultural da UFSJ, a edição do livro de fotos Passio Domini, a terceira edição do livro Piedosas e solenes tradições de nossa terra e o site que agrega todo o material.

 

Nathalia Lurk/Divulgação
Flávio Damm, fotógrafo da revista O Cruzeiro, é entrevistado na websérie 'No olhar'. (foto: Nathalia Lurk/Divulgação)

 

“À medida que fomos fotografando e conhecendo a cerimônia, nosso olhar evoluiu. Conseguimos mostrar coisas que as pessoas não estão acostumadas a ver. São detalhes, momentos de bastidores”, explica Olívia. As imagens estão em cartaz na exposição na UFSJ.

O artista plástico Carlos Magno Araújo, maior referência na região na confecção dos tapetes de serragem que decoram as ruas de São João del-Rei na sexta-feira santa e no domingo de Páscoa, criou um deles especialmente para a mostra. O evento oferece oficina para crianças ensinando a criar asas de anjo, uma forma de estimular a presença de “anjinhos” nas procissões.

Um recorte menor das imagens mais documentais está em Piedosas e solenes tradições de nossa terra. A obra foi criada em São João del-Rei, na década de 1980, para acompanhar as cerimônias da quaresma – são cerca de 27, da quarta-feira de cinzas ao domingo de Páscoa. Elas duram em média duas horas e são celebradas em canto gregoriano, latim e português.

“Com o livro, a experiência (das cerimônias) ganha contexto”, diz Olívia Lombardi. O projeto foi realizado pelo Museu de Arte Sacra de São João del-Rei, com patrocínio do SESI, por iniciativa da CNI.

 

CONEXÃO ÁFRICA-BRASIL Mesmo sol outro é um livro digital assinado pelos artistas visuais juiz-foranos Carolina Cerqueira e Tálisson Melo, cuja proposta é conectar a cultura pós-colonial do Brasil e da África. Durante dois anos a dupla visitou a comunidade remanescente do quilombo Colônia do Paiol, em Bias Fortes, no interior de Minas; Salvador, na Bahia; Luanda, em Angola; e Johanesburgo, na África do Sul.

 

Carolina Cerqueira e Talisson Melo/Divulgação
Imagem do livro eletrônico 'Mesmo outro sol'. (foto: Carolina Cerqueira e Talisson Melo/Divulgação)
 

 

O livro reúne fotografias, montagens, colagens, desenhos e documentos que conectam a cultura negra. “No começo, tínhamos uma curiosidade baseada em estereótipos, ideias superficiais. Pensávamos num quilombo da maneira como aprendemos na escola”, comenta Tálisson.

 

Para dar início ao registro, a dupla descobriu a colônia em Bias Fortes. “É difícil entender essa história, pois só em 2000 as pessoas dali descobriram que aquela região é remanescente de um quilombo. Elas ainda estão entendendo como se organizar politicamente, vivendo uma experiência complexa”, continua ele.

 

“Saímos de lá sem as certezas que tínhamos. Tanto que quando resolvemos ir para a Bahia e a África, decidimos não mais fotografar pessoas, mas o espaço urbano. Com esse material poderíamos conseguir criar uma narrativa para o livro”, revela Tálisson Melo. 


QUARESMA E SEMANA SANTA EM SÃO JOÃO DEL-REI
Exposição no Centro Cultural da UFSJ. Praça Dr. Augusto das Chagas Viegas, 17, Largo do Carmo, São João del-Rei. Até 8 de abril. No local, estão à venda os livros de fotografia Piedosas e solenes tradições de nossa terra, para acompanhar as cerimônias da quaresma e Passio Domini. Informações: semanasantasjdr.com.br

NO OLHAR
Websérie sobre fotógrafos brasileiros. A cada segunda-feira é lançado um novo episódio. Assista em youtube.com/noolhartv.

 

MESMO SOL OUTRO 

O livro digital está disponível no link.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE ARTES-E-LIVROS