Museu Inimá de Paula recebe a mostra 'Destilado a seco', de Marcus Amaral

'Gosto de criar com materiais que as pessoas não costumam associar ao universo artístico', comenta o artista plástico

por Cecília Emiliana 05/10/2017 09:00
Marcus Amaral/Divulgação
Obra em o artista reutiliza materiais descartáveis. (foto: Marcus Amaral/Divulgação)

Poderoso elemento que já reduziu tantas obras de arte a pó, o fogo tomou conta do Museu Inimá de Paula, em Belo Horizonte. Desta vez, para mostrar seu potencial transformador, com a exposição Destilado a seco – Quando o preto é luz, quando a luz é fogo, quando o queimado é vivo, do artista plástico Marcus Amaral, em cartaz a partir desta quinta-feira, 05.

Influenciada pela estética construtivista, a mostra traz trabalhos tridimensionais feitos de madeira, plástico, papel, entre outros materiais queimados. A proposta é provocar os sentidos e percepções do espectador sobre a infinitude dos objetos e suas possibilidades de uso. ''Acredito que nada está essencialmente perdido. Tudo pode ser aproveitado. Por isso gosto de criar com materiais que as pessoas não costumam associar ao universo artístico, como madeira e papel queimados. Essas coisas, geralmente, são classificadas como lixo. Mas num quadro, numa tela, despertam outros sentimentos. E geram, portanto, uma provocação interessante nas pessoas sobre o que de fato é descartável'', explica Amaral, que também é engenheiro civil. ''Essa outra atividade, aliás, me inspira o tempo todo'', conta.

A exposição oferecerá ainda experiência de realidade virtual. Algumas galerias do museu exibirão versões digitais das obras projetadas no ambiente. Criadas em dimensões pequenas – menos de um metro quadrado – as telas-esculturas foram ampliadas em mais de 500 vezes. Completa a mostra um breve documentário em 360 graus, no qual Marcus fala sobre seu processo criativo – que também considera uma espécie de terapia. Diagnosticado com mal de Parkinson em 2017, aos 47 anos, o artista diz que a arte o ajuda no controle da doença e reverte todo o lucro da venda de suas criações para instituições de caridade.

DESTILADO A SECO – QUANDO O PRETO É LUZ, QUANDO A LUZ É FOGO, QUANDO O QUEIMADO É VIVO
Exposição de Marcus Amaral. Museu Inimá de Paula (Rua da Bahia, 1.201, Centro, (31) 3213-4320). Terça, quarta, sexta e sábado, das 10h às 18h30, quinta das 12h às 20h30; e domingo e feriado, das 10h às 16h30. Entrada franca.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE ARTES-E-LIVROS